sábado, 1 de agosto de 2009

Vá e vença!


Só um dia antes da minha assunção no comando geral da PM foi que parei para refletir sobre as conseqüências à minha vida pessoal que a função poderia trazer.

Aprendi com o tempo a não ter expectativas na corporação e apenas fazer meu trabalho.

Sempre que agi diferente, me frustrei.

No início, acalentei o sonho de comandar a companhia de rádio patrulha e PATAMO do 12º BPM, mas isso nunca se deu, embora tenha servido naquela gloriosa Uop por sete anos, assumindo inúmeras funções.

No 7º Batalhão, ainda Capitão, pensei em trabalhar na P/2 como chefe, já que estivera adjunto de duas chefias. Ansiava mesmo isso, mas, não aconteceu, e fui comandante da Cia de RP e PATAMO, além de P/3 e P/4.

Nunca me imaginei, todavia, comandando a Academia, ou o 22º Batalhão.
Essas me eram Unidades "distantes", sem uma relação histórica, ainda que, no caso da APM, tivesse passado três importantes anos de minha vida como cadete.

Foi nestas organizações, justamente, que iniciei nova fase da carreira como seu comandante.

Isso se repetiu muitas vezes ao longo da minha vida e resolvi parar de ter expectativas, de ansiar, por exemplo, por comandar o 12º BPM, onde fui aspirante; as coisas simplesmente foram acontecendo: comandei o BOPE, fui Superintendente na SSPIO, presidente do ISP e, então, Comandante Geral.

Uma jornalista me perguntou no dia da posse do Delegado Alan Turnowisk, na PCERJ, seu eu estava preparado para ser o "CG" se tivesse que assumir o cargo.

Não estranhei sua pergunta, afinal, só se falava disso na mídia.

Respondi para ela que todo coronel da PM tem a obrigação de estar pronto. Se houvesse algum que não se sentisse capaz de assumir a função, não poderia estar na ativa; e completei, em tom de brincadeira, que não me sentia capaz, todavia, de assumir a PETROBRAS ou o cargo de treinador do Vasco.

Creio que na nossa vida profissional as coisas devam funcionar assim; devemos estar prontos para as missões que nos cabem.

Todos devemos ter plenas condições de corresponder às expectativas básicas de um chamado legal e legítimo.

Algumas pessoas estranhas à profissão acreditam que é fácil ser policial militar.

A grande maioria com as quais conversei mais detidamente sobre isso, falavam assentadas no "toco" de seus preconceitos.

Umas até argumentavam que "se é soldado então não se requer conhecimento de nada além de alguns manuais, ordem unida e manuseio de armas".

Reconheço que há muito preconceito no mundo. Isso começa já na distinção que fazemos de nós mesmos em relação ao "outro"; se é o "outro", então não possui as qualidades que "eu possuo", mas possui os defeitos que "eu não possuo".

Levamos isso para o "eu coletivo" também.

Se "o outro coletivo" não tem nossas representações, "nosso eu de grupo", "nosso eu cultural", "nosso eu de classe", logo julgamo-lo desclassificado, quando não mesmo oposto.

Talvez as pessoas não façam reflexões sobre isso e reproduzam um discurso preconceituoso sobre a profissão policial militar.

Por desconhecer a gama infinita de serviços que nossos soldados prestam à sociedade todos os dias, deixando, não raro, o chão encharcado com o seu sangue honrado, não reconhecido e muitas vezes desprezado, muitos tripudiam sobre seu valor.

Não atentam, penso, esses julgadores, para o fato de que nossos policiais militares são a principal frente de defesa para sociedade, atendendo a população nas mais variadas situações que exigem reflexão e conhecimento básico em vários temas, marcadamente do direito e suas leis, e outros das ciências de humanidades.
Mas, se o "cliente" da PM - expressão que só uso aqui por um certo modismo, já que não sou seu adepto, - pouco crê, ou sabe, das habilidades que o dia-a-dia requer dos nossos homens e mulheres, não podemos não tê-las, e, aí, temos que conhecer bem nossa profissão em qualquer nível de carreira que ocupemos, posto que, nas ruas, pouco importa ao cidadão se quem o atende é soldado ou coronel e nunca sabemos o que será exigido de nós.

Nos dias que antecederam minha assunção no comando geral, pensei muito nisso.

Fiquei tentando imaginar que exigências terei que enfrentar.

De cara sei que há as exigências da população por melhoria na segurança, as exigências da mídia por informação, as exigências do sistema de justiça para atendimento de suas necessidades, há as exigências dos protocolos sociais e políticos, há as exigências das metas, as exigências da família, e, principalmente, as exigências da corporação: de seus homens e mulheres ansiosos e merecedores de atenção, respeito e agregação de valor em suas carreiras de sacrifício, o que inclui condições de trabalho, salário, assistência social, alimentação, transporte, férias, assistência médica, acesso ao conhecimento etc etc etc.

Ufa!

Sempre pensei nessas coisas a vida toda na PM, mas nunca parei para pensar o que poderiam me trazer de conseqüências pessoais ao enfrentar esse desafio.

Se parasse para pensar talvez não fosse hoje o Comandante Geral, porque, certamente, não sairei dessa sem um grande desgaste para o corpo e para a alma.

Eu tenho um plano, é verdade, que se inicia na busca de promover equidade.

Essa foi a palavra que encontrei para juntar todas os modelos formais de justiça para a aplicação na PM.

Iniciamos nosso comando com a estratégia de ouvir a todos; se não individualmente, ao menos coletivamente; daí as reuniões com os representantes dos círculos, quando temos recolhido grandes sugestões sobre as quais nos debruçaremos sobre elas, como, por exemplo, os cursos à distância com provas presenciais. Essa já é noventa e nove por cento certo de sair, embora não seja rápido e precisemos de um tempinho para arrumar as coisas.

Uma grande idéia recorrente foi o pagamento de horas extras. Vamos trabalhar por isso.

As idéias são às centenas, estamos compilando e depois vamos apresentá-las, discuti-las nos círculos, analisá-las, descartá-las ou ampliá-las.

Outra ação que acabamos por realizar foi a adoção de um novo e único boletim disciplinar. Compreende-se que nas FFAA isso seja diferente, mas na PM não deve ser. Aqui não temos quadros temporários, de conscritos, então, para que possamos promover equidade disciplinar não podemos deixar que haja sectarismos disciplinares. As recompensas e punições devem ser conhecidas por praças e oficiais sem vedação de acesso, e, se, para as faltas comuns de caserna não é imprescindível sua veiculação em boletim ostensivo de acesso público, o mesmo não podemos dizer daquelas que atingem pontos de honra da profissão, e que, a seu turno, não deixarão de serem publicadas em boletim ostensivo, consoante o que será regulado.

Entendo que a profissão deve ser cada vez mais valorizada, daí querermos mudar o critério de ascensão na carreira, mas é claro que não haverá perda de promoção para ninguém. Eu seria cruel se pretendesse isso. Há milhares de policiais militares aguardando uma promoção que lhes melhore o salário e a auto-estima e eu nunca cogitei de podar-lhes as aspirações.

Todavia, não pode o candidato de hoje, aquele que ainda nem entrou na PM, já se enxergar subtenente, e, por isso, vamos encontrar uma maneira de preparar o futuro, todos juntos.

É verdade que comandar assim é desgastante.

Osório, um dos maiores generais brasileiros de todos os tempos dizia que era fácil a missão de comandar homens livres, bastando que se lhes mostrasse o caminho do dever.

Estou com Osório e por isso creio que antes do regulamento disciplinar há o sentimento irrefreável do dever norteando nossas condutas.

Estou me desgastando muito, conversando muito, dialogando muito, debatendo muito, respondendo a muitos e-mails, lendo sugestões e críticas com paciência e resignação.

Não sei comandar de outro jeito.

Não sei também ser indiferente à dor, mas estranhamente sou contido na alegria.

Na próxima semana já não mais usarei este blog como interlocução de meu comando.

As postagens aqui voltarão a tratar de segurança pública e não mais sobre a PMERJ exclusivamente.

Mas continuarei postando, embora isso vá diminuir muito, pois preciso de tempo para descansar.
A função de Comandante Geral pode ser exercida de muitas maneiras e escolhi o diálogo e a valorização do profissional como balizadores.

Sou contra performances que não contribuem com o engrandecimento humano. Não consigo entender que para alguém se mostrar grande, deva diminuir o outro, em especial em público.
Se eu disse que devemos vencer a preguiça, foi porque estava falando do desânimo que nos invade a alma e nos faz descrentes de mudanças.

Mudanças incomodam, mas elas estão acontecendo.

Estou sem tempo para ler meus livros; o blog Casos de Polícia, o blog Repórter de Crime, o blog da Segurança, o Rebouças e Santa Bárbara e isso é doloroso para mim.

Aliás, tenho lido o "Praças da PMERJ" e queria aproveitar para dizer à Mônica e ao CB Verdade, que reflito com atenção sobre o que dizem, e se me permitem uma sugestão, melhorem cada vez mais o espaço.

Reflitam para o fato de que o nome do Blog e o que estiver postado nele vão dizer da qualidade dos nossos profissionais, com as angústias e necessidades que expõe.

Ele é cada dia mais lido pelo público externo, e a opinião pública o verá como mais uma fonte de aferição das qualidades dos praças da corporação; seus pontos de vista e dimensão deontológica em que se inserem.

Vou ficando por aqui.

Mesmo sem ser um homem religioso me ocorre, mais uma vez, lembrar Jesus quando disse Eu vim lançar fogo sobre a terra; e como gostaria que ele tivesse ateado.

Era do fogo das mudanças, das transformações no solo das nossas existências que Ele falava.

Haverá ceticismo, descrenças, desânimos, falta de cooperação, torcida contra e todo tipo de obstáculos, mas, ainda assim, iremos tentar.

Não se aconselhem com receios, dizia, a seu turno, o general Patton aos seus comandados.

Vou continuar tentando não me aconselhar com os meus.

146 comentários:

Nicolai Boleli Torres disse...

Comandante parece ridículo mas fiquei emocionado com este texto, não o conheço pessoalmente acho que por este fato que fiquei emocionado, através destes textos vejo quanto temos um homem especial no Comando de nossa já tão sofrida Corporação, desejo ao Senhor toda sorte do mundo, que capacidade sei que tem. Cordiais e sinceros abraço de um 3º Sargento PM!

Eduardo disse...

Tenho muito pouco tempo de polícia, mas quero que o senhor saiba que todos "85 milhão" estão com o senhor nessa jornada ! Essa é a polícia que nós queremos e que a sociedade merece! Recebi informações do senhor de um grande amigo que se formou comigo, o senhor deve se lembrar dele ( Pablo ) de São Gonçalo, foi seu aluno no Ginásio e disse que o senhor sempre foi uma pessoa humilde e honesta! Abraços e bom descanso, fique com Deus !

Inconfomado disse...

Medo. Medo de crer, de acreditar e se frustrar. De se entregar, "panfletar" e, apos tudo servir de escarnio para os acomodados, imcompetentes e dos que se locupletam do caos. Deveria eu atirar minha vaca ao penhasco? Creio muito no sr comandante, e, devido a agora sua conturbada vida, nem sei se podes ler o que escrevemos aqui; espero que se o sr buscou auxilio este esteja a altura. Porem algo me incomoda em tudo isso.Como pode um homem honrado nao sucumbir ante o raposa que e' o nosso Ex. Sr. Gov. Sergio Cabral Filho? Como pode o teu pensamento e o dele se coadunarem? teriam o mesmo objetivo e os mesmos propositos??? Seria petulancia minha esperar por uma resposta tua, mas elas vira' pelos seus atos. Que Deus te abencoe e te guie nas decisoes a tomar.

ale_gnr disse...

Caro CMT, pois é, o SR. sabe que a partir de agora sua vida mudou e o SR. está mudando as nossas e de coração aberto que eu digo "muito obrigado". Sei que está enfrentando muito preconceito
e muitas vaias daqueles que torcem sempre contra, não sei escrever e nem comentar como o SR. mas tenho certeza de que está fazendo muitas famílias orgulhosas e esperançosas em lhe ter como líder.

Eu mesmo era um dentre muitos que estavam na defensiva quanto as suas intenções, mas acabou de ganhar um admirador fiel...

Peço-te para que nas horas em que estiver exausto, lembrar dos familiares em que está ajudando com suas atitudes e decisões.Em 8 anos de corporação, nunca pensei que fosse-mos ter um líder tão humanitário que a cada dia que passa possui mais e mais adeptos aos seus pensamentos,eu,que ainda fui capaz de duvidar-te, peço desculpas abertamente. A todos que duvidem de ti, peço para que conheçam melhor suas intenções antes de prejulgar.

NÃO DESISTA, continências de um aspirante a cabo...

Rose disse...

Admiro seu esforço e dedicação em querer fazer o que é certo para ajduar a proteger a população carioca dos marginais à que estamos expostos em cada esquina. Ainda mais como moradora da Tijuca.
E mais ainda, um prazer saber que moramos na mesma rua!
Parabéns, coronel!
Força e honra.

Rose Mary Motta Prado disse...

29 anos dedicadosà PMERJ e com sua disposição e currículo fico bem mais tranquila!
E é um prazer saber que ainda moramos na mesma rua.
Força e Honra, coronel!

Rose Mary Motta Prado disse...

29 anos dedicadosà PMERJ e com sua disposição e currículo fico bem mais tranquila!
E é um prazer saber que ainda moramos na mesma rua.
Força e Honra, coronel!

Anônimo disse...

Boa noite!
Meu nome Alessandro sou Cabo da Polícia Militar, gostaria primeiramente de parabenizá-lo por sua trajetória na nossa querida Corporação, respeito suas idéias e iniciativas para melhorar a nossa profissão, mas tenho que lembrá-lo que infelizmente nos somos esquecidos por nossos governantes, acho que dificilmente o nosso salário será equiparado a Polícia Militar do Distrito Federal e a única maneira que o senhor tem de dar um aumento indiretamente para nossa Corporação e deixar as Promoções por tempo de serviço.
Acho que os nossos policias podem ter as duas formas de promoção que seria a por tempo de serviço, pois nem todos têm a oportunidade de estudar, até mesmo porque a maioria faz segurança para complementar sua renda mensal, e também a promoção por concurso que ai sim seria a forma mais adequada de selecionar os melhores, mas o premio para esses que fossem estudar seria a promoção mais rápida, assim daria a oportunidade para este policial ser oficial na nossa Corporação, mas para isto acontecer teria que obedecer ao interstício das promoções, fato este que hoje não é obedecido na risca.
Não posso deixar de mencionar neste texto que praticamente todos os concursos da Corporação têm algum tipo de problema, eu mesmo no último concurso de Sargento fiquei reprovado em português por causa de duas questões que não foram mencionadas no edital do concurso e por isso entrei com uma ação judicial para pedir minha promoção, pois infelizmente nossas provas não são levadas a sério, gostaria que o senhor procurasse se informar sobre o ultimo concurso de Sargento, e com um simples ato administrativo do senhor, poderá consertar feito justiça, pois quando uma questão de prova tem duas questões certas, a Administração poderá escolher a questão mais certa, mas quando ela não esta no edital, essa questão poderá ser anulada por causa da ilegalidade que é um princípio Administrativo.
Com relação aos policiais que possuem nível superior, o senhor poderia criar algum tipo de gratificação ou até mesmo dar a oportunidade para estes policiais serem promovidos com algum tipo de concurso interno, digo isto, pq seria um tipo de atrativo para estes policiais permanecerem na Corporação, pois sou bacharel em Direito e uso meu conhecimento em benefício da corporação, e não ganho nada em meu benefício, o senhor mesmo sabe que alguns oficiais saem da Academia e ficam sem estudar, pq sabem que tendo faculdade ou não, isso não é critério para ser Coronel PM, e por isso em determinados setores estratégicos da Corporação tem que utilizar mão de obra especializada.
Gostaria também que o Senhor construísse no Rio de Janeiro outro Colégio, pois o único colégio da corporação fica em Niterói, e infelizmente eu moro na zona norte do Rio, ficando assim difícil o trajeto para o meu filho de 5 anos.
Atenciosamente

CB PM Alessandro

Alessandro disse...

Boa noite!
Meu nome Alessandro sou Cabo da Polícia Militar, gostaria primeiramente de parabenizá-lo por sua trajetória na nossa querida Corporação, respeito suas idéias e iniciativas para melhorar a nossa profissão, mas tenho que lembrá-lo que infelizmente nos somos esquecidos por nossos governantes, acho que dificilmente o nosso salário será equiparado a Polícia Militar do Distrito Federal e a única maneira que o senhor tem de dar um aumento indiretamente para nossa Corporação e deixar as Promoções por tempo de serviço.
Acho que os nossos policias podem ter as duas formas de promoção que seria a por tempo de serviço, pois nem todos têm a oportunidade de estudar, até mesmo porque a maioria faz segurança para complementar sua renda mensal, e também a promoção por concurso que ai sim seria a forma mais adequada de selecionar os melhores, mas o premio para esses que fossem estudar seria a promoção mais rápida, assim daria a oportunidade para este policial ser oficial na nossa Corporação, mas para isto acontecer teria que obedecer ao interstício das promoções, fato este que hoje não é obedecido na risca.
Não posso deixar de mencionar neste texto que praticamente todos os concursos da Corporação têm algum tipo de problema, eu mesmo no último concurso de Sargento fiquei reprovado em português por causa de duas questões que não foram mencionadas no edital do concurso e por isso entrei com uma ação judicial para pedir minha promoção, pois infelizmente nossas provas não são levadas a sério, gostaria que o senhor procurasse se informar sobre o ultimo concurso de Sargento, e com um simples ato administrativo do senhor, poderá consertar feito justiça, pois quando uma questão de prova tem duas questões certas, a Administração poderá escolher a questão mais certa, mas quando ela não esta no edital, essa questão poderá ser anulada por causa da ilegalidade que é um princípio Administrativo.
Com relação aos policiais que possuem nível superior, o senhor poderia criar algum tipo de gratificação ou até mesmo dar a oportunidade para estes policiais serem promovidos com algum tipo de concurso interno, digo isto, pq seria um tipo de atrativo para estes policiais permanecerem na Corporação, pois sou bacharel em Direito e uso meu conhecimento em benefício da corporação, e não ganho nada em meu benefício, o senhor mesmo sabe que alguns oficiais saem da Academia e ficam sem estudar, pq sabem que tendo faculdade ou não, isso não é critério para ser Coronel PM, e por isso em determinados setores estratégicos da Corporação tem que utilizar mão de obra especializada.
Gostaria também que o Senhor construísse no Rio de Janeiro outro Colégio, pois o único colégio da corporação fica em Niterói, e infelizmente eu moro na zona norte do Rio, ficando assim difícil o trajeto para o meu filho de 5 anos.

Tales Borges - 1ºTen - 32ºBPM disse...

Sr. Comandante, peço permissão para comentar a postagem. Sem dúvida a nossa vida na PM, é complicada em demasia,e o púnlico externo em sua grande maioria não faz nem idéia das dificuldades que passamos para executar as mais diversas missões. Tenho ainda pouco tempo na PMERJ, não cheguei ainda aos 10 anos de serviço. Todavia sempre paro e escuto com muita atenção seja praça ou oficial que tenha mais tempo de serviço e onde realizava esses serviços. Sempre tentando entender o histórico da PMERJ. Entretanto as variantes são muitas. Mas hoje grande parte da corporação, sua maioria está esperançosa pelas mudanças, que o Sr. vem propondo e estudando, e principalmente pela forma de tratar as questões, ouvindo todos os círculos,e ainda abrindo um canal direto para receber opniões. Dois problemas creio que são senso comum na PMERJ, a questão salarial e não menos importante o tratamento digno ao policial. Sabedor que a questão salaria é ponto que não depende do Comando Geral da Corporação, resta apenas o que o Sr. vem fazendo tentando melhorar o tratamento ao Policial Militar. Certo que se derem tempo sei que o Sr. vai conduzir a PMERJ, para dias melhores. Se o Sr. ainda me permitir, gostaria de sugeri um estudo sobre o atendimento do tel 190, o cartão de visitas da PMERJ. Falando principalmente de interior, o sistema é horrivel. Linhas inoperantes, muitas sem identificador, não gravação das ligações, Não um curso na PMERJ para qualficar o nosso atendente de 190. Isso sem contar ainda o nosso sitema via rádio, com inumeras áreas de sombra. Dificultando o acionamento das viaturas. Sendo assim o cidadão quando procura PM, pelo 190 é pq naquele momentoele se vê em uma situação de crise. Embora nem sempre seja uma ocorrência de cunho policial. Não raro nos cafés comunitários, conselhos. o 190 é alvo de críticas. Acredito que o investimento no 190, melhorará muito a visão da comunidade sobre o serviço da Polícia Militar. Costumo quando assumo serviço fazer preleção pra tropa e relatar a importancia do atendimento imediato de qualquer ocorrência. seja um simples 120,720 entre outras em que o Atendente do 190 tenta "filtrar" o Rádio operador, pede para esperar a segunda ligação. e quando finalmente essa ocorrência e despachada o cidadão tem q torcer pra q a vtr seja localizada via rádio. Isso lógico se a pessoa der sorte do 190, funcionar ou não estar congestionado por trotes, que com um idetificador de chamada, reduz e muito os trotes. pois do telefone fixo e celular, encaminhariamos oficios para M.P. e Polícia Civil pra medidas cabiveis, e orelhões no proprio site da OI consta a lista dos logradouros onde estão instalados. Boa noite Sr. Cmt.

Rodrigo disse...

Boa noite ao Sr. Comandante Geral!

Lendo o texto, realmente demonstra bem o que o senhor pretende estando a frente do Comando Geral da Corporação.

Aos amigos 3º Sgt PM Nicolai e Eduardo acima, de certo, este nosso Comandante Geral, na última reunião com nós Soldados e Cabos, discutindo e propondo idéias na reunião com os círculos hierárquicos, foi muito producente, pois pudemos sentir que há o interesse de nosso Comandante em buscar meios de ter a Polícia Militar que queremos. Sabemos das limitações. O ceticismo existe, desconfiança, os inseguros, os desanimados, fazem parte de um universo que possuem os que querem progredir. Assim se faz um equilíbrio.

Não acho que o equilíbrio seja algo interessante, pois podemos cair na rotina. O mesmo acontece quando temos duas situações diferentes. O nosso Comandante Geral com idéias novas, buscando soluções para nossos problemas, e buscando com nós mesmos, os comandados, nos escutando. Ao mesmo tempo, nós comandados, já tivemos experiências ruins, que de calejados, só faz resistir a qualquer proposta que venha do escalão superior.

O certo é que se de um lado (Cmt Geral) busca inovar a Corporação, de outro (Comandados) estão de certo modo desmotivados. Como se estivéssemos remando para lados opostos e isso só resulta em não sairmos do lugar.

Eu particularmente, saí esperançoso da reunião dos círculos hierárquicos, e como sugestão, as reuniões serem gravadas pela Instituição e encaminhadas as unidades para que todos pudessem ter acesso as discussões debatidas.

Sr. Comandante, tenho certeza de que não fui só eu quem saiu esperançoso dessa reunião, pois se estivesse a reunião se estendido, estaríamos lá debatendo até não sei que horas....

Acredito que apoio o Senhor já está tendo. O Senhor está conseguindo renovar a confiança que devemos ter em nosso Comandante. "A tropa é espelho de seu Comandante". Essa frase eu ouvia muito quando servia à Pátria....

Pode ter certeza de que exemplo, o senhor já tem nos dado. Liderança, Humildade, Perseverança, Esperança, Luta, Seriedade, Compreensão, essas são algumas poucas palavras que consegui identificar em vossa pessoa.

Fique com DEUS Sr. Comandante Geral, a todos os companheiros da PMERJ e a todas as pessoas que passem por aqui.......

Cassiano (seseg) disse...

Comandante, é da natureza do ser humano temer mudanças e por isso mesmo, poucos são os que tem coragem de promovê-las. Minha continência

Anônimo disse...

Sr CMT,gostaria de saber do senhor como irá ficar as Confirmações de Divisas de CB e SGT ? Muito se fala,mas pouco sabemos. Serão realizados cursos a distância ? On line pela internet ? Ou continuará como está ? Abraços e felicidades em sua nova jornada na PMERJ.

ale_gnr disse...

Deu até vontade de ficar em pé aqui na frente do pc em posição de sentido depois de um belo discurso desses, fico emocionado e ao mesmo tempo tranquilo em ter um CMT com esses pensamentos e que pensa em nós, praças como homens honrados e guerreiros como somos..

Informe de Seguraça Pública disse...

Grande Comandante,quero dizer que a esperança nunca se acabará.

Anônimo disse...

Senhor Comandante, encontrei no PMTube um vídeo muito interessante em homenagem a PMERJ. As cenas sao fortes, a musica foi retirada, mas o texto é primoroso. Se eu não conhecesse a sua falta de habilidade para montar vídeos diria que foi o Senhor que o fez. Ainda mais com as referências a Vitor Hugo, a um ex-comandante do Bope, aquele que Deus o cegou para que hovesse equilíbrio entre os homens, e a lucidez do texto. Como disse antes, primoroso.
Segue abaixo o link para o vídeo no Youtube.
Muito antes pedi como cidadão fluminense para que o senhor fosse mais comedido nas críticas à mídia. Disse à epoca que nós precisávamos mais do Senhor do que a PM de sua defesa Kamikase. Defesa que hoje é usada em outros blogs com intensào duvidosa, acho eu. Mas reitero que nós População Fluminense dependemos mais do senhor do que a própria instituição que tanto defende, ama e se sacrifica. Nós fluminenses estamos menos divididos do que a sua própria tropa. Que Deus possa lhe oferecer tranquilidade porque sabedoria o senhor já tem.

Dessa vez vou me identificar.

T.R.I.


http://www.youtube.com/watch?v=CFooYldhp2Q&feature=related

MARCOS disse...

Todo o efetivo do 12º BPM, está na torcida por esse homem integro e que trata da PMERJ com afinco. Que Deus abençoe e ilumine todas suas decisões, para que sempre faça as melhores escolhas e agrade sempre o coletivo!!!
Esta será a maior história de todos os tempos na PMERJ, agora sim começou a NOVA POLÍCIA.

Anônimo disse...

Escrevo mais uma vez, espero que o senhor publique!

Dessa vez irei reduzir o texto que na minha opinião pode ser útil para resolver um grande problema da falta de efetivo nas UOp do subúrbio, como 6°BPM, 4°BPM, 16°BPM e outros.

O que acontece hoje em nosso país foi justamente o que acontecia na França e toda Europa antes da Revolução Francesa, onde as riquesas de lá eram apenas disfrutadas por poucos nobres e o alto clero.

Quando me refiro a essa desigualde, também está incluído os serviços públicos, onde para a nobreza e alto clero (zona sul da cidade do Rio de Janeiro) tudo funcionava. Foi preciso que pobres e burgueses daquela época se unissem para dar um fim aquela distorção que oprimia a maioria.

Pois bem! No caos que se encontra o subúrbio, estado de guerra civil já até declarada pelo nosso atual Governador à imprensa, o serviço de Segurança Pública está muito precário, não por culpa de quem serve nas áreas de OPMs responsáveis pela manutenção da ordem pública. Mas pela irresponsabilidade dos últimos governantes que privelegiaram a zona sul nas últimas decadas com reforço do efetivo e manutenção do mesmos, enquanto o restante da cidade foi esvaziando seus efetivos. Pois a cada CFSD, pelo menos a metadde dos formandos são enviados aos seguintes batalhões: 2°BPM, 19°BPM, 23°BPM e mais recentemente BPTur (que não pssui área de policiamento, mas tem seu efetivo atuando dentro das áreas desses últimos citados). Este último, com a entrada de mais 200 policiais até 2010, com isso o mesmo ficará com um efetivo na atividade fim maior do que 16°BPM, este que tem de patrulhar 08 bairros e inúmeras favelas dominadas por grupos fortemente armados, que não exitam em matar.

A minha sugestão é que se faça nos próximos concursos o que foi feito no último, em relação as candidatas, onde as mesmas já sabem que caso sejam aprovadas, serão lotadas no BPTur pelo próximos 08 anos.

Então nos próximos editais pode ser feito e mesmo, só que distribuindo o efetivo para UOp do subúrbio, onde os candidatos poderão escolher qual unidade ficará lotado quando se formar.

Edital prevendo 4.000 vagas distribuídas da seguinte forma:

- 4°BPM: 400 vagas;
- 6°BPM: 400 vagas;
- 9°BPM: 400 vagas;
- 14°BPM: 400 vagas;
- 16°BPM: 400 vagas;
- 17°BPM: 400 vagas;
- 18°BPM: 400 vagas;
- 22°BPM: 400 vagas;
- 27°BPM: 400 vagas;
- RCECS: 400 vagas.

E que os mesmos candidatos ficarão cientes que servirão por 08 anos nestas unidades, na condição de aptos, só poderão ser empregados na atividade fim. Qualquer movimentação dos mesmos só será realizada pelo EMG.

O objetivo disso seria impedir o favorecimento político de quem mora na zona sul. Pois os bairros de lá já possuem o policiamento em níveis de países desenvolvidos, o próprio ISP e UNESCO confirmam isso. E os problemas de segurança pública que acontecem lá, são reflexos da falta de policiamento do subúrbio.

Largar os colegas do subúrbio com efetivo na atividade fim menor do que apenas é empregado no calçadão de Copacabana é uma covardia e os expõe a morte constantemente. Levando os colegas a trabalharem estressado e tendo que usar a força letal muitas vezes em seus cotidianos, já que quem atira primeiro no subúrbio e que volta vivo para a favela ou para o batalhão.

O que leva a tragédias como a morte de policiais e pessoas inocentes, como vemos diariamente na imprensa. E depois sempre vem alguém jolgando a culpa simplesmete naqueles que estão na atividade fim, obscurecendo toda a verdade.

Espero ter ajudado.

SD PM.

Anônimo disse...

Com todo esse currículo, já deve esta preparado para ser o CG da desmilitarização,

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto e boa sorte na tua missão. A tropa da PMERJ anseia por mudanças, e mudanças geram polêmicas. Ninguém jamais alcancará a unanimidade (duvido que tenha essa pretensão). Faça seu trabalho e não se esqueça que essa tropa que está sob seu Comando, já foi iludida uma vez, pelo então candidato ao governo do estado, com promessas mentirosas.

Anônimo disse...

Comandante:
Eu estava viajando, sem acesso à internet, quando li a notícia da sua nomeação. Desde então, apesar de não haver me manifestado por escrito, já declarei minha alegria com a notícia a muitos amigos e colegas na Polícia Científica de São Paulo, onde sou perito criminal.
Acompanho há muito seus escritos; comprei seu livro quando saiu e leio sempre o que o senhor escreve na internet.
Pelo que vi, dificilmente conseguiria conceber um melhor comandante para a Polícia Militar da minha terra natal (sou carioca da gema, de Botafogo).
O senhor pode contar sempre com minhas orações e com o meu apoio, ainda que à distância. Creio que eu não deva ser o único: o senhor tem, de longe, muitos que, calados, torcem pelo seu sucesso e pedem a Deus que o ajude na nobre e árdua missão que o senhor recebeu.
Abraços do leitor
Ortegão

SGT MANEL disse...

BESTEIRA, CORONAL QUER AJUDAR SOLDADO??????
AUMENTE SEU SOLDO
OFICIAL É PROMOVIDO COM 8 ANOS A CAPITÃO, O SOLDADO ELE QUER QUE SEJA 12....

Sub Ten PM RG XX.XXX disse...

Bom dia CMT. Minha continência.
Li atentamente o seu texto, com sua permissão, fiz alguns comentários. Gostaria que lesse e analisasse. Se quiser e tiver tempo, ficaria feliz de ser respondido.

“Todos devemos ter plenas condições de corresponder às expectativas básicas de um chamado legal e legítimo”
__ Verdade, mas eu pergunto: Será que todos os PPMM estão em condições de atender a qualquer chamado Legal e legítimo a qualquer momento? Ter plenas condições não significa também estar com sua vida pessoal e familiar em dia? Com alimento garantido na mesa, saúde garantida para si e seus dependentes, escola para os filhos e enfim o básico para poder se dedicar por completo a corresponder às expectativas básicas de um chamado legal e legítimo?

“Algumas pessoas estranhas à profissão acreditam que é fácil ser policial militar.”
__Pessoas estranhas à profissão em sua maioria sabem sobre a PM o que ouviram falar na mídia. Acreditam que a PM é uma instituição composta por um alto percentual de corruptos e que a nossa função é apenas repressiva. Precisamos encontrar um meio de, através de uma campanha forte, mostrar para todos que eles precisam da PM mais do que sabem. Mostrar o lado social e preventivo da PM. Ex: Proerd, Banda de Música, Saúde, Esportes, etc. Essas pessoas precisam saber que não é fácil estar pronto 24 horas por dia para atender a um chamado que pode ser desde a uma emboscada contra uma guarnição, até a atender a uma mulher em trabalho de parto. Não conheço nenhuma profissão em que o profissional tenha que ter tantas habilidades. Precisamos divulgar isso na mídia, mudar a imagem que a população tem de nós.

“ temos que conhecer bem nossa profissão em qualquer nível de carreira que ocupemos, posto que, nas ruas, pouco importa ao cidadão se quem o atende é soldado ou coronel...”
__Será que não é hora de repensar nossos cursos e nossas qualificações? É preciso pensar também que se na rua temos que atender a população de forma igualitária, seja soldado ou coronel, porque dentro da caserna nos impusemos tantas diferenças? Sem desrespeitar a hierarquia, mas o rancho não poderia ser um só, onde teríamos certeza de que ao menos no momento sagrado da refeição somos todos tratados apenas como seres humanos, que tem corpos, necessidades e metabolismo iguais. Seria um grande passo no sentido de mostrar para todos que aqui na PMERJ não há distinção de classes.Tudo isso é possível sem desrespeito a graduação ou a patente de cada um.

“principalmente, as exigências da corporação: de seus homens e mulheres ansiosos e merecedores de atenção, respeito e agregação de valor em suas carreiras de sacrifício, o que inclui condições de trabalho, salário, assistência social, alimentação, transporte, férias, assistência médica, acesso ao conhecimento etc etc etc.”
Esse trecho fala por si só, dispensa comentários. É muito bem vindo. Gostaria apenas de destacar as palavras “ANSIOSOS E MERECEDORES”. Se já se sabe que somos merecedores, não há o que se estudar ainda e se já se sabe que estamos ansiosos não se pode perder mais nem um minuto para por em prática aquilo que merecemos.

Cont...

Sub Ten PM RG XX.XXX disse...

...Cont

“Uma grande idéia recorrente foi o pagamento de horas extras. Vamos trabalhar por isso”
__Essa tão falada hora extra remunerada o PM já faz há muito tempo, só que fora da corporação. Isso se traduz no bico. Será que os nossos valorosos policiais não iriam preferir ter seu “bico” dentro da Pmerj, amparados em todos os seus direitos, para si e seus familiares? Quantos PPMM já morreram em segurança particular e nem ao menos pôde-se falar o que estava fazendo lá? Sem condições mínimas de trabalho, perdendo uma noite inteira de sono na hora da folga por uns míseros reais, sem nenhuma garantia. Acredito que depois do fim das penas restritivas de liberdade (coisa do tempo da escravidão) a outra grande conquista da PM será o respeito constitucional às horas semanais de trabalho.

“Osório, um dos maiores generais brasileiros de todos os tempos dizia que era fácil a missão de comandar homens livres, bastando que se lhe mostrasse o caminho do dever.”
__Nossos PPMM com certeza sabem o caminho do dever e o nosso CMT verá que será fácil comandá-los. Para aqueles que se desviarem do caminho do dever haverá leis para que sejam reeducados no caminho ou até mesmo punidos. Mas a parte mais difícil deste trecho é fazer destes homens, homens livres. É preciso que sejam LIVRES no sentido mais amplo da palavra, a começar pela liberdade de expressão.


“Na próxima semana já não mais usarei este blog como interlocução de meu comando.”
__Onde então será o nosso canal de comunicação? Espero que não acabe. E será que ainda teremos que postar anonimamente, ou poderemos usar a tão sonhada LIBERDADE de expressão sem medo nenhum?

“Mudanças incomodam, mas elas estão acontecendo.”
__Mudanças incomodam principalmente a quem está acostumado a levar alguma vantagem com os modelos antigos. Não tenha medo de ousar. Atenda principalmente aos anseios da maioria e quanto aos insatisfeitos que corram atrás do seu prejuízo.

“Haverá ceticismo, descrenças, desânimos, falta de cooperação, torcida contra e todo tipo de obstáculos, mas, ainda assim, iremos tentar.”
__Muito natural, já espere por tudo isso mas não desista. Saiba que a grande maioria lhe apóia. Não se resigne, lute contra todos esses contrários e desanimados pois no fundo, certamente eles tem outros interesses, e saiba que enquanto estiver lutando por seus soldados o Sr. terá o apoio deles.

Obrigado e desculpe pelas palavras “duras” e pelos erros.
Que Deus te oriente sempre.

CALLADO disse...

Sr. Cmte. Como posso lher enviar um e-mail? Estou com um problema pessoal, de fácil resolução. Porém , precisava expôr essa situação,afim de que possa me ajudar.

SUBZERO disse...

Bom dia meu COMANDANDTE,é com grande orguho que estou postando neste blog,porque tenho a certeza de que meu CG irá ouvir o que penso,coisa essa que NUNCA NA HISTÓRIA DESSE PAÍS se ouviu dizer.Eu apenas queria dizer que faço minhas as palavras do nobre colega Nicolai boleli e também as do amigo Alessandro,porque eu também fiquei fora do concurso de sgt 2006 por causa de duas questões de português as famosas 13 e 16 que estão dando muito trabalho na justiça para a pm,por favor cmt não gostaria de ser um sgt por liminar,acho que não teria o mesmo orgulho,se o SR puder reveja estas questões 13,16 de português que o SR fará justiça para muitos policiais,obrigado e que DEUS O ABENÇOE.

Nicolai Boleli Torres disse...

Comandante estou precisando expôr um problema pessoal, é referente a minha promoção de 3º Sargento, queria saber do Senhor se seria possível mandar-lhe um e-mail, haja vista que estaria quebrando a escala hierárquica, mas so o Senhor Comandante para corrigir o que para mim foi uma injustiça feita no minha promoção e de outros colegas. Desculpe por encomodá-lo com problemas pessoais, meu e-mail sdpmboleli@hotmail.com, abraço!

Cb Santiago disse...

Bom dia 01,minhas continências ao Sr,tenho muitas esperanças com o Sr comandando nossa briosa corporação,pois legitimamente o Sr foi nomeado Cmt.Geral pelo excelente trabalho que foi realizado pelas unidades em que o Sr passou,particularmente não conheço o Sr,mais tenho amigos no BOPE que falam muito bem do Sr,queria fazer alguns comentários a respeito da mudança no critério de promoção:Como vários policiais já postaram algo sobre o fato de ter que trabalhar na folga,nós temos pouco ou nenhum tempo pra estudar(porque se assim o tivesse talvez não estaria mais aqui)apesar de amar muito essa corporação,fica difícil pois tenho que trabalhar(bico),preferia que não fosse assim mas preciso por causa do nosso baixo salário.Acho que pelo menos enquanto não se melhorassem os salários,acho que o Sr deveria manter do jeito que está,outro ponto é com relação as escalas,por exemplo amigos do BPChq-RONAC me falaram que a escala lá ia mudar de 12x48 para 12x24/12x48 uma inconstância(visto que já foi 12x60-GETAM,12X24/12X48,12X48-RONAC)atrapalha no nosso bico, sabemos que a PMERJ é prioridade mas acho que deveria ser melhor observada essa situação pois com essa escala nós vamos mais vezes para o quartel e nem Riocard nos recebemos,porque não a escala 24x72,peço que o Sr puder ler esta postagem,por favor reveja essa situação,pois sou Cristão e creio que foi o Nosso Senhor Jesus que o colocou aí."Quando se multiplicam os justos, o povo se alegra,
quando, porém, domina o perverso, o povo suspira".Provérbios 29,2.

Anônimo disse...

Nobre Comandante, fui um dos que postaram no seu blog a pouco tempo repudiando a sua atitude em relação ao intertício que para mim e muitos é crucial pois não temos aumento digno do nosso, nem sei o que escrever dele, mas li nessa postagem que o sr. ouviu a tropa e deixou as promoções como estão para nós. Além de agradecer o Sr. pela atitude tomada, venho aqui tb me desculpar pelo que escrevi, apesar de não ter colocado palavras ofensivas mas me coloquei contra a posição do sr. Errei e não tenho vergonha de dizer, mas desde o início do seu comando sempre acreditei no sr. Muito obrigado!

Anônimo disse...

Comandante, estou enviando uma sugestão que foi discutida na minha OPM entre nós praças.
Sabemos que o Sr. quer qualificar a tropa e mudar o regulamneto para promoções por tempo de serviço.
O que consideramos justo seria que os PPMM quando estivessem próximo de completar o tempo para ser promovido, seria submetido a um curso, onde teria tutores em sua unidade para esclarecer duvidas e orientações e após o término do curso realizaria uma prova de conhecimento e prática(tiro)e sendo somente promovido aqueles que conseguissem ser aprovados. Os PPMM reprovados seriam submeditos a outro curso no próximo ano.
Acreditamos que com este sistema o interticio para promoção por tempo poderia ser de 05 em 05 anos ou 06 em 06 anos.
Os Oficiais também fariam prova para serem promovidos.
Sugestão de matérias: português, redação, tec. Policiais, direitos Humanos, direito penal, tiro etc.
Espero ter colabora com o Sr. e desejo muita sorte.
CBPM 7º BPM

Anônimo disse...

Comandante,
Meus parabéns pelo excelente início de comando que está promovendo.
Vai aqui algumas opinião:
Porque não e reserva algmas vagas da APM exclusiva para praças, pois nas outras forças, até a de sargento, há um nº minmo de vagas para os militares internos.
Assim teriamos oficiais qe conheceriamos todo o ambito da PMERJ.

Mônica Reis disse...

Cel, gostaria de parabenizar a PM, em especial o 6o. Batalhão, seus policiais que prenderam um criminoso há muito procurado (não escreverei seu nome pois criminoso não merece publicidade!!). São vitórias que a população deveria comemorar e reconhecer !

Anônimo disse...

Comandante, ja percebeste que a tropa está com esperanças nas tuas intenções (boas) e tudo indica que irás encontrar resistências, esteja pronto e conte conosco, uma pena que teu comando poderá ser relâmpago. Caso ocorra, cabeça erguida e tenha o meu respeito.

Mônica. disse...

Cel. creio que Jesus tb se alegra muito qdo alguém que embora diga não ser religioso faz o que lhe é agradável. Muito melhor do que alguém que se diz religioso, porém não faz o que é agradável a Jesus.
Acho que Ele não quer apenas nossas palavras, e sim nossos atos.
É muito difícil assumir determinado posto. Eu recentemente mudei de emprego. Fiquei me perguntando durante dias e dias se devia. Se a posição que me encontrava não era mais confortável, para quê eu queria ter mais responsabilidades, mais cobranças, mais dores de cabeça, mais dor de estômago, mais dor de coluna, mais pessoas me cobrando, mais pessoas dependendo de mim. Menos horas de sono, menos horas de descanso, menos horas com os amigos, menos horas comigo mesma, menos tempo a toa, menos horas para ler... Enfim, tive medo. E se eu não conseguisse dar conta do recado ? e se eu errasse ? e se não fosse capaz ? e se... Mas acabei aceitando. Por que aceitei ? pq tem desafios na vida que são maiores que nós mesmos. Que é apenas a nossa "missão". E não sabemos parar, não sabemos recuar, não sabemos desistir. Posso até não ser vitoriosa na luta. Mas fugir dela eu não consigo. É algo maior do que meu desejo por conforto. Seguir em frente, aceitar a missão, entender que às vezes precisamos trocar a roda com o carro andando, é o que sou até este momento. Talvez um dia eu mude e me conforme em dizer não ao que a vida me propõe como desafio...

Anônimo disse...

O Cmt Geral não deve mexer nas promoções de praças, não que não seja necessário, mas é a única saída que o governo que temos que aturar mais algum tempo, deixa para que alguns PM possam ter algum aumento salarial, embora a longo prazo, como podemos testemunhar, desvaloriza muito as graduações.

Torçamos para que esses próximos 17 meses passem rápido e que tenhamos alguma opção para escolhermos um governador menos ruim.

Cap PM.

Sd confiante disse...

Sr CMT, o policial está voltando a sentir vontade de produzir. Com certeza O Sr ja ficou marcado conosco. Continue e fara história como o unico que não disse mas fez melhorias para os praças. Meu muito obrigado. Que Deus continue a te iluminar.

Anônimo disse...

Comandante o Sr. poderia postar algo a respeito de nossa escala de serviço? Poderia nos falar da viabilidade do 24x72 ou 12x48?
Obrigado!

Anônimo disse...

SR. Comandante, peço permissão para fazer um pedido. Sou da turma de CFSD-A de 2007, a turma que foi marcada por 8 anos na capital,gostaria de pedir ao Sr.se puder,que reveja nosso edital pois moramos no interior do estado e sabemos que nosso dever é 8 anos aqui, mas estamos passando por momentos de sofrimento com isso, nossos pais, esposas e filhos ficam longe por mais de uma semana e qundo chegamos em nossas cidades ja temos que voltar, não temos dinheiro para passagens, temos que nos humilhar na rodoviaria para viajarmos sem pagar , muitas das vezes fardados de Minas até aqui. Vários companheiro se separaram de suas esposas por não aquentarem tal pressão da familia, outros moram no quartel,o ritimo de trabalho tambem é diferente, no inetrior até o jeito de falar não é o mesmo.Peço ao SR. com todo respeito, que reveja esse edital e autorize a nossa permuta , são apenas 90 sodados ao total, vendo esse numero dentro da nossa tropa é pouco, mas um chefe de familia fora de seu lar é muito,gostaria de chegar em casa após um dia de trabalho na PMERJ, que tanto lutei para entrar e na qual me orgulho de estar, deve ser muito bom esa sensação de dever cumprido, ao lado de seus familiares.
SR. Comandante, fico por aqui , e não peço ao SR. aumento,escala,hora extra,nada , somente rever o nosso edital, e autorizar as permutas,só o SR. tem a "caneta" que pode mudar o destino de nossa familia e reconstituir o que perdemos dela.

Anônimo disse...

Parabéns Cmte Geral!

Quando vier na PMSC esta convidado a visitar o Grupo de Resposta Tática de Palhoça, município da grande Florianópolis.

Abraço e Boa Sorte!

Sgt Dioncarlos
02 GRT PALHOÇA

Anônimo disse...

TEM CERTAS COISAS QUE SÓ ACONTECEM NO 7º BPM: SR CMT GERAL, EM ALGUNS BPMS OS PPMM VÃO AO DESTACAMENTO E LÁ MESMO ESTÃO SEU ARMAMENTO INDIVIDUAL E COLETIVO. NO BATALHÃO DE SG TEM QUE ENTRAR NA FILA DA RESERVA, E DEPOIS AINDA TEM FORMATURA. ISSO TODOS OS DIAS E EM TODOS OS HORÁRIOS DE TROCA.
OUTRA:
BASEAMENTO 24H PARA VIGIAR UM MONTE DE AREA E ALGUNS QUIOSQUES ABANDONADOS; SE O SR NÃO SABE, FICA UMA PATRULHA PARADA 24H DENTRO DO PISCINÃO ENQUANTO OS MORADORES DE SÃO GONÇALO ESTÃO SENDO ATACADOS PELOS 157.
OUTRA:
BASEAMENTO EM FRENTE AO PRONTO SOCORRO DE SÃO GONÇALO 24H, SENDO QUE O PSSG, FICA A 50M DE UMA CABINE DO 7º BPM.
OUTRA:
BAIXAM SETORES, DEIXANDO ÁREAS DESCOBERTAS, EM VEZ DE COLOCAR NA CUSTÓDIA DE PRESOS UM MONTE DE PPMM QUE NÃO QUEREM NADA COM A HORA DO BRASIL.
EM DETERMINADAS SITUAÇÕES, NOBRE CMT, A INTELIGÊNCIA (QUE TENHO CERTEZA QUE O SR. TEM) PODE SUBSTITUIR A FALTA DE EFETIVO. O PPMM TER QUE IR ATÉ SUA UNIDADE PARA PEGAR ARMAMENTO INDIVIDUAL, TIRAR FALTA OLHANDO NOS OLHOS DO OFICIAL DE DIA, DEPOIS PROCEDER AO DESTACAMENTO, NÃO PODE SER MUDADO E O PPMM FAZER APENAS O DESLOCAMENTO PARA SEU LOCAL DE TRABALHO E LÁ USAR O ARMAMENTO DO PPMM QUE ELE RENDE, COMO É FEITO EM MUITOS BPMS? E NO FIM DO SERVIÇO AO INVÉS DE IR PRA CASA, AINDA TEM QUE SE DESLOCAR AO BPM PARA ENFRENTAR OUTRA FILA NA RESERVA, PARA DEPOIS IR PARA CASA.
ISSO AJUDARIA ATÉ A DIMINUIR O NÚMERO DE PPMMS NA RESERVA DE ARMAMENTO.

Jefferson disse...

Comandante M.Sergio gostei muito de sua entrevista a um site.O senhor dizia a importancia na seleção da pmerj,não adianta ficar cobrando do candidato matematica e sim materias relativas a função de um PM.
Estou torcendo pelo senhor,me agrada muito a sua forma de agir,se em pouco tempo o senhor ja deu grandes passos imagine daqui a dois anos a Pmerj vai melhorar muito.Eu acredito no policial militar !!!
Um abraço e boa sorte .

Anônimo disse...

Eu sempre disse:deixem o Homem trabalhar!
Comandante, o senhor está trazendo a esperança de volta, a nós policiais honestos, e de Honrra!
Vai entrar para história da polícia militar do estado do rio de janeiro!!!!!!!
Coragem ao homem que nos traz esperança e justiça...

Att.CB PM 57milhão.

SGT 8BPM disse...

Sr. Comandante, boa tarde, é com muita alegria que o cumprimento! Sou policial a quase sete anos, me considero uma pessoa de sorte já que tive oportunidade de em poucos anos fazer dois concursos internos (um para CABO e outro para SARGENTO), sendo aprovado no de CABO dentro do número de vagas e no de SARGENTO por liminar. Tenho acompanhado os seus projetos para a PMERJ e vejo com otimismo as mudanças que estão por vir, pois nesses sete anos é a primeira vez que vejo um Comandante Geral realmente disposto a lutar pelos anseios de sua tropa. Aproveito a oportunidade para lhe sugerir que nessa sua luta pela recuperação de efetivo pense em acabar com o Rancho e pagar a etapa integral já que é uma vontade antiga da sua tropa e poderia ao mesmo tempo aumentar um pouco a nossa renda e aumentar também o número de policiais a sua disposição para o policiamento ostensivo. Comandante, apesar de possuir formação profissional na área de Eletroeletrônica com especialização em Telecomunicações e Telefonia Celular e de estar em breve terminando a faculdade de Direito, gostaria de permanecer na PMERJ, profissão que escolhi e que amo e conto com as mudanças provocadas pelo senhor para que isso seja possível.
Comandante, que DEUS ilumine seu caminho e Abençoe a sua árdua jornada por uma polícia melhor para todos (policiais e demais cidadãos). Conte com nosso apoio!

Oliveira SD PM disse...

Permissão Senhor Comandante!
Já sou seu fã! Não importa o que dirão por aí. Com essa qualidade de escrita já me comprou há muito tempo.
Estudo e leio muito para um dia escrever como o senhor.
Força e honra! Sucesso!
Com sua permissão,Senhor Comandante Geral!

José Gomes disse...

Sr. Coronel Mario Sergio,
Comandante Geral da PMERJ,
Saudações!
Gostaria de respeitosamente solicitar ao Sr. Comandante, que publicasse uma determinação, para que as nossas Unidades de Saúde cumprissem a lei nº 10741, de 01/10/2003, Estatuto do Idoso, Principalmente no que se refere ao capitulo IV, do Direito a Saúde.
Outrossim, foi sancionada a lei 10.008 datada de 30/07/2009 onde os Órgãos Públicos, deverão agilizar com prioridade os atendimentos aos Idosos. A minha solicitação Sr. Coronel Comandante, é devido ao tratamento desumano e desleal dispensados pelos Órgãos de Saúde da PMERJ, aqueles seus integrantes Idosos, que muito já lutaram em prol da PMERJ e, hoje para conseguirem uma consulta médica são obrigados a enfrentar madrugadas frias, como é o caso do meu Pai. Que para conseguir uma consulta tem que chegar à POLÍCLINICA DE SÃO JOÃO DE MERITI ÀS 03:00h da madrugada e, já tem mais de vinte pessoas na fila.
Desejo sucesso na frente da PMERJ.

SGT PM Guilherme disse...

Sr. Cel. Comandante Mario Sérgio,
Minha Continência,
Vendo o Esforço que o nosso nobre Comandante tem desempenhado no que tange ao aprimoramento e adequação da Corporação. Sugiro-vos, que criasse na PMERJ ao moldes das nossas Forças Armadas, o Quadro Suplementar para os Praças que possuam Cursos Superior terem acesso ao Oficialato. A nossa PMERJ, Sr. Cel., possui inúmeros Soldados, Cabos, Sargentos e Subtenentes em diversas modalidades de cursos superiores como, por exemplo: Advogados, fonoaudiólogos, Educação física, Cirurgiões Dentistas, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Veterinários, Assistentes Sociais e etc., Sugiro ainda um levantamento estatístico.
Nas Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) a Legislação proporciona a oportunidade de o Praça prestar um Concurso Interno e caso aprovado o Militar faz o curso e é promovido ao posto de 2º Tenente.
Aqui Sr. Comandante continuamos a séculos no retrógrado, não dando oportunidade a aqueles que estão conosco no dia a dia e, quando abre Concurso, injustamente tem-se que disputar vagas com o público externo. O que honera em muito os cofres do Estado na preparação e adestramento do publico Civis. Como sabemos existe um concurso previsto, quem sabe não esta ai a oportunidade. Confiamos no Sr.
Que Deus ilumine seus passos.

O Colaborador. disse...

Exmo Sr. Comandante,
Espero que o Sr. Publique essa denúncia, ou caso contrário investigue, por favor.
O Senhor sabia que o efetivo de TROPA da Policlínica de São João de Meriti está todo de IFP (100%)? Não há muita coincidência em não existir nenhum Apto em uma Unidade de Saúde, entre Oficiais e Praças? Sei Perfeitamente Sr. Cmt, que existe alguns Policiais que de fato estão de I.F.P. por ato de Serviço, não somente nas Policlínicas como também nos Batalhões. Portanto não tenho nada contra os I.F.P., mas muitos fazem corpo mole, e é claro trabalham na mesma Unidade que os médicos, e os aptos que trabalham nos Batalhões acabam prejudicados e, sobrecarregados.
Todos os Permanências são Sargentos, e alem de se trancarem e dormirem a noite toda no interior da PPM/SJM, estão deixando os pacientes ao relento em plena madrugada, do lado de fora da Policlínica. E esses mesmos Sargentos ficam somente suspendendo e abaixando corrente para entrada e saída de veículos, e nem sequer anotam a identificação do condutor nem do veículo. Haja vista a Policlínica se situar anexo ao 21º BPM, Sugiro-vos por uma câmera no Corpo da Guarda do 21º BPM direcionada para Policlínica onde os próprios integrantes da Guarda visualizariam a PPM/SJM, liberando esses Policiais para serviços fim, pois se trata de desperdício de mão de obra.
Sugiro-vos também abrir uma investigação para apurar os fatos acima apresentados. É fácil de comprovar, veja o quantitativo do efetivo, para que tanto Policial Militar de TROPA em uma Policlínica de pequeno porte? Os próprios Policiais chamam a Policlínica de “O Esconderijo” ou a “A casa da Benção”. O que está faltando nessa Policia e planejamento e melhor distribuição do efetivo e menos AR CONDICIONADO.

SUB TENENTE DINIZ disse...

Sr. Comandante Geral Cel PM Mario Sergio, primeiramente parabéns e boa sorte nesta nova jornada, sou o Sub Tenente DINIZ, lotado no 13º BPM (Praça Tiradentes), sei que não é fácil comandar uma tropa de mais de 35 mil homens, cada um com seus anseios, problemas e procurando suas facilidades, seja pra uma escala ou um determinado tipo de serviço, cada um puxando a sardinha pra si, mas, o senhor é um homem competente e estudioso, saberá comandar os seus homens.
Srº Comandante Geral, um dos motivos que escrevo neste seu Blog e para pedir um pequeno esclarecimento,frequento a alguns meses um curso preparatório para o QOA/QOE dentro do QG ministrado aos sábados pelo Professor Mauro Valente, esta semana tomei conhecimento que a atual Comandante do CRSP iria modificar algumas máterias para as provas do QOA/QOE, como exemplo, saíria a materia MATEMÁTICA e entraria ESTATÍSTICA, gostaria que o nosso nobre Comandante Geral antecipasse tais informações, pois a matéria matemática do QOA/QOE é muito grande e complicada,ao mesmo tempo diversos companheiros que dividem a sala de aula comigo, pudessem se direcionar para as mudanças, visto que as provas do referido curso ocorre ao fim ou inicio de cada ano. Obrigado e BOA SORTE BRAVO CORONEL MÁRIO SÉRGIO. Sub Tenente PM DINIZ

Anônimo disse...

Carta de um policial


Policiais são humanos (acredite se quiser!), como o resto de nós. Eles vêm em ambos os gêneros, mas, na maioria das vezes, são do sexo masculino. Eles também vêm em vários tamanhos. Na realidade, depende se você estiver à procura de um deles ou tentando esconder algo. Quase sempre, no entanto, eles são grandes.

Encontram-se policiais em todos os lugares: na terra, no mar, no ar, a cavalo, em viaturas e até na sua cabeça. Independentemente do fato de "nunca se encontrar nenhum quando se quer um", eles geralmente estão por perto quando mais se precisa deles. A melhor maneira de conseguir um é geralmente por telefone, mas a melhor coisa é saber que estão nas ruas para que possamos ter segurança dentro de casa.

Policiais dão palestras, fazem partos e entregam más notícias. Se exige que eles tenham a sabedoria de Salomão, a disposição de um cavalo corredor e músculos de aço — muitas vezes, são até acusados de terem o coração fundido no mesmo metal. O policial é aquele que engole a saliva a grandes penas, anuncia o falecimento de um ente querido e passa o resto do dia se perguntando por que, ó Deus, foi escolher esta porcaria de trabalho.

Na TV, o policial é um idiota que não conseguiria encontrar um elefante numa geladeira. Na vida real, se espera dele que encontre um menininho loiro "mais ou menos desta altura" numa multidão de quinhentas mil pessoas. Na ficção, ele recebe ajuda de detetives particulares, repórteres e de testemunhas: "Eu sei quem foi". Na vida real, quase tudo que ele recebe do povo é "Eu não vi absolutamente nada".

Quando ele dá uma ordem dura, é grosso. Se ele lhe soltar uma palavra gentil, é uma mocinha. Para as crianças, ele é às vezes um amigo, noutras um monstro, dependendo da opinião que têm seus pais à respeito da polícia. Ele vira a noite, dobra escalas, e trabalha aos sábados, domingos e feriados; sempre o chateia muito quando um engraçadinho vem lhe dizer "Êpa, este fim de semana é carnaval, estou à toa, vamos à praia". Esta é a época do ano em que eles trabalham quase vinte horas por dia.

Quando um policial é bom, ele "é pago para isso". Quando comete um erro, "ele é um corrupto, e isso vale para todos os outros da raça dele". Quando ele atira num assaltante, ele é um herói, exceto quando o assaltante é "apenas um garoto e qualquer um podia ver". Muitos têm casas, algumas cobertas de plantas, e quase todas cobertas de dívidas. Se ele dirigir um carro de luxo, ele é um ladrão. Se for um carro popular, "quem ele pensa que está enganando?".

O crédito dele é bom, o que ajuda bastante, porque o salário não é. Policiais educam muitos filhos, muitas vezes os filhos dos outros, até melhor do que os seus próprios, pois passam a maior parte do tempo longe de suas famílias e resolvendo os conflitos alheios. Um policial vê mais sofrimento, sangue, problemas e alvoradas que uma pessoa comum.

Como os carteiros, os policiais têm que estar trabalhando, independentemente das condições do tempo. Seu uniforme muda de acordo com o clima, mas sua maneira de ver a vida permanece a mesma; na maioria das vezes, é entristecida, mas, no fundo, esperando e lutando por um mundo melhor. Policiais gostam de folgas, férias e café. Eles não gostam de buzinas, brigas familiares e, principalmente, autores de cartas anônimas. Eles não têm sindicatos e não lhes é lícito fazer greves, mesmo com a falta de equipamento, treinamento, condições de trabalho e os parcos salários que ganham.

Têm que ser imparciais, educados, e sempre devem lembrar do slogan "a seu serviço". Às vezes é difícil, especialmente quando um indivíduo lhe lembra "Eu pago impostos, portanto pago seu salário". Policiais recebem elogios por salvar vidas, evitar distúrbios e trocar tiros com bandidos (de vez em quando, sua viúva é quem recebe o elogio!). Mas, algumas vezes, o momento mais recompensador é quando, após fazer alguma gentileza a um cidadão, ele sente o caloroso aperto de mão, olha nos olhos cheios de gratidão e ouve "Obrigado, e Deus te abençoe".

sgt paulo cesar disse...

COMANDANTE, parabéns pela forte ACEITAÇÃO pelos praças,cel os desafios são muitos, mais o sr o guerreiro, e não vai desistir nunca, sabes que é assim que se conquista, o respeito,a confiança, maioria da corporação, é feita de chef. de família, homens honrados e que amam a pm, acred cmt, que muita coisa boa vai acontecer; no MEU caso, combatí durante 26 anos, dos quas 11, no 22°maré,fui impedido de prosseguir, apos DUAS cirurgias na cervical, infelizmente, ref.invalidez, CONCLUSÃO, tiraram parte do triênio,auxílio inv. é uma miséria, finalmente não houve reciprócidade, entre eu, gov, pmerj e sociedade.

Anônimo disse...

E o jogo do bicho comandante, todos sabemos que toda sorte de violência e corrupção é fruto desse crime. Existe várias correntes que dizem que quem manda na PM são os bicheiros. O futuro só vendo pra crer. Um forte abraço.

Anônimo disse...

São tantos desafios acumulados nesses 200 anos, que é impossível resolvê-los com tão pouco tempo. Ès humano e é preciso ir devagar, um passo de cada vez, sugiro que só anuncie alguma medida após ouvir a todOs e chegar a uma conclusão, para não se desgastar demais. O admiro pela coragem e ousadia. Enquanto a sociedade pede socorro e mais socorro, são gastos milhôes em pompas militares, que nada trazem de benefício ao contribuinte. Dizem que não tem policiais sufuciente, mas faço uma pergunta que já sei a resposta: Quantos policiais estão cedidos para órgão públicos: 3500; motoristas de major, ten cel e cel 980, rancho:1200, garagem:200 ainda, guarda de quartel: 700, burocracia 5000, p/2,obra, HOSPITAIS E CLÍNICAS E UBS,jardinagem + CENTENAS. Enfim em poucos exemplos, milhares de policiais. Ao meu ver, mesmo não unificando as polícias como deveria, pelo menos deveriam funcionar as cias e dps das RISPS dentro da DP LEGAL, eliminando assim a duplicação de prédios, equipamentos, viaturas, rádios, telefones, atendentes. Eliminando assim a necessidade da existência do batalhão. Acabando com o batalHão, sobrariam milhares de policiai militares para enfim termos uma escala humana e não tão escravizante como é hoje. Recolhendo também é claro os policiais cedidos, acabando com clínicas e hospitais e criando um seguro saúde para todos os policiais militares. Eu ficaria digitando a NOITE inteira, mas sei que não teria tempo de ler. Mas a verdade é que o problema, pelo menos de recurso, alimentação, saúde, escala de serviço etc é somente de GESTÃO. Que seja iluminado e possa fazer uma boa gestão.

Mônica (Praças da PMERJ) disse...

Eu poderia deixar um recado ou fazer uma postagem em meu blog sobre o que eu li aqui, mas fiquei tão lisongeada do senhor desperdiçar o seu tempo, que eu tenho certeza é bem curto, nos "visitando" que preferi deixar um recado aqui.

Gostaria de saber qual a postura que o senhor acha que deve ter um blog de praças? Senhor não quero, de maneira alguma, começar uma guerra com o senhor, com certeza seria desgastante para o comando, mas quem sairia mais prejudicado na história seríamos nós. Não compreendi quais os seus anseios com relação ao nosso espaço, que foi criado com o intuito de servir com válvula de escape dos nossos policiais, um local onde podemos denunciar, tecer comentários e até elogiar, se for o caso, tudo isso sem medo de ser expostos e/ou punidos por isso, vivemos muito tempo dentro de uma ditadura cruel onde qualquer palavra era tida como atitude criminosa e pode demorar um pouco para todos crermos que isso mudou ou que pode mudar.
Acho que dei muitas voltas só para dizer que estamos abertos a sugestões desde que não mude a nossa identidade, afinal se o meu comandante (apesar de, até agora, eu só ter me arrebentado) está escutando as nossas sugestões nós não poderíamos fazer diferente. O senhor sabe, até como policial, que a vida não é feita só de elogios e sábio é o homem que sabe escutar as críticas e usá-las para melhorar, fazendo delas nossas aliadas e não inimigas.

Adinéa disse...

Meu caríssimo Comandante (Meu irmão). Se me perguntasse o que senti quando tive a certeza de que seria o Comandante Geral, eu não teria uma definição. Descreveria muitas sensações... receio, orgulho, confiança, esperança...Receio de que não fosse bem interpretado, e que levaria tempo para que as pessoas conhecessem o homem que é. Orgulho de ter um homem que nasceu no gueto ocupar o cargo máximo da corporação, exemplo para todos nós que crescemos através do próprio esforço de forma honesta. Confiança de ter a frente da corporação uma pessoa digna e disposto para mudanças. Esperança de que as coisas realmente melhorem, apesar de saber das limitações do cargo.
Hoje,a quase 1 mes de comando, percebo que é o homem certo na hora certa. Outras sensações me invadem, porém não mais os receios!!!!Seguindo mais uma vez a sugestão, não me aconselharei com receios (como fiz, ao receber seu conselho e me lancei a fazer psicologia). Uno-me a todos que nesse momento acredita, tem esperança e tem orgulho de te-lo a frente de nós. Obrigada por dar vez e voz a todos nós!
Primeiro Cão

Anônimo disse...

CMT, vou postar como anônimo, não pelo SR, mas pela imprensa, num sei como , mas todos os atos que se publicam em BOLPM, como CD e CRD, estão sendo divulgados nos jornais, peço para não deixar que sejam expostos ao público tais atos, como exemplo de publicação em bol reservado procedimentos como conselhos...

Gustavo Siqueira disse...

Ao Srº Coronel Comandante da PMERJ!!!

Entrei para a Polícia Militar em 2002 após prestar 05 anos de bons serviços a Pátria no Corpo de Fuzileiros Navais. Da Marinha fui direto para o CFAP aonde permaneci durante 10 meses. Sou morador da Região dos Lagos e não foi nada fácil devido à distância, mas sonho é sonho.
Tudo estava indo muito bem, fiz várias prisões junto aos demais companheiros e apresentei algumas armas. Não tinha tempo ruim, qualquer serviço era desenvolvido com Garra e Honra.
Porém, em 2004, fui acusado de em tese ter praticado o seqüestro da mãe de um bandido estelionatário com mais de 21 processos, uma fuga e vários mandados de prisão em todo o Estado.
Ora, a mãe queria proteger seu filho e foi até a DP com essa finalidade. Essa acusação deu início a um processo e a PMERJ abriu processo administrativo de averiguação sumária. Mais uma vez tive que gastar dinheiro com advogados. O resultado não poderia ser outro. Ganhei o CRD e o Colegiado votou pela minha permanência na corporação. Infelizmente, mesmo assim, em fevereiro de 2006, quando estava de serviço apresentando dois presos na delegacia, recebi a notícia que havia sido excluído por ter denegrido a imagem da corporação. Foi um baque para mim e para toda a minha família. È horrível ser taxado de ex PM. As pessoas e muitos (colegas) até alguns dias atrás me olhavam com repúdio e desconfiança. A minha esposa e meus dois filhos presenciaram tudo isso. Não desejo nem para o pior inimigo.
Em outubro de 2008 peguei minha Certidão de Inteiro Teor, e nela está escrito que fui ABSOLVIDO por INEXISTÊNCIA DO FATO. Em novembro dei entrada na Reconsideração de Ato Administrativo, mas foi negado. Já estamos no final de Julho e ainda não consegui voltar. Gostaria de poder voltar, dar a volta por cima e continuar a minha carreira e a honrar a minha farda. Não guardo ódio nem rancor de ninguém. Entendo que tudo foi permissão de Deus.
Por favor, me ajude, sei que posso contar com o Senhor e com o seu apoio.
Muito Obrigado!

Contato – Gustavops.PMERJ@hotmail.com

Gustavo Siqueira disse...

Ao Srº Coronel Comandante da PMERJ!!!

Entrei para a Polícia Militar em 2002 após prestar 05 anos de bons serviços a Pátria no Corpo de Fuzileiros Navais. Da Marinha fui direto para o CFAP aonde permaneci durante 10 meses. Sou morador da Região dos Lagos e não foi nada fácil devido à distância, mas sonho é sonho.
Tudo estava indo muito bem, fiz várias prisões junto aos demais companheiros e apresentei algumas armas. Não tinha tempo ruim, qualquer serviço era desenvolvido com Garra e Honra.
Porém, em 2004, fui acusado de em tese ter praticado o seqüestro da mãe de um bandido estelionatário com mais de 21 processos, uma fuga e vários mandados de prisão em todo o Estado.
Ora, a mãe queria proteger seu filho e foi até a DP com essa finalidade. Essa acusação deu início a um processo e a PMERJ abriu processo administrativo de averiguação sumária. Mais uma vez tive que gastar dinheiro com advogados. O resultado não poderia ser outro. Ganhei o CRD e o Colegiado votou pela minha permanência na corporação. Infelizmente, mesmo assim, em fevereiro de 2006, quando estava de serviço apresentando dois presos na delegacia, recebi a notícia que havia sido excluído por ter denegrido a imagem da corporação. Foi um baque para mim e para toda a minha família. È horrível ser taxado de ex PM. As pessoas e muitos (colegas) até alguns dias atrás me olhavam com repúdio e desconfiança. A minha esposa e meus dois filhos presenciaram tudo isso. Não desejo nem para o pior inimigo.
Em outubro de 2008 peguei minha Certidão de Inteiro Teor, e nela está escrito que fui ABSOLVIDO por INEXISTÊNCIA DO FATO. Em novembro dei entrada na Reconsideração de Ato Administrativo, mas foi negado. Já estamos no final de Julho e ainda não consegui voltar. Gostaria de poder voltar, dar a volta por cima e continuar a minha carreira e a honrar a minha farda. Não guardo ódio nem rancor de ninguém. Entendo que tudo foi permissão de Deus.
Por favor, me ajude, sei que posso contar com o Senhor e com o seu apoio.
Muito Obrigado!

Contato – Gustavops.PMERJ@hotmail.com

Anônimo disse...

Caro Sr. comandante geral gostaria de lhe propor uma idéia,na minha curta carreira,pois sou REFORMADO POR INVALIDES PERMANENTE PORTADOR DE ESPONDILITE ANQUILOSANTE,ARTROSE,ARTRITE,CARDIOPATIA,HIPERTENSÃO,se for enumerar vou ficar aqui por muitas horas.
Pois bem venho propor ao Sr.que também convide os reformados por invalides,para que o senhor tenha conhecimento do que está acantecendo conosco,pois além de perdemos nossa saúde(pois não ficamos doentes porque queremos),muitos são portadores de avc,aids,paralíticos e muitos outros casos que aqui não posso relatar pois não sou conhecedor de todos os casos.
Por favor ouça-nos pois muitas vezes somos achincalhados por sermos portadores de certos tipos de moléstias,somos debochados enfim aquela velha tortura psicológica que nos faz as vezes chegar ao fundo do poço.
Por favor precisamos de uma voz forte para nos ajudar a tentarmos recuperar a nossa dignidade,que foi-nos por intermédio de certos tipos de enfermidades.
Me refiro a última notícia que me chegou que estaria sendo retirado o triênio integral,60%,dos que foram reformados por invalides,pois como sabemos nós tivemos a nossa carreira interrompida e nada mais justo que beneficiar a este PM e não tirar o pouca que já temos,o que muitos das vezes não dá para cobrir certos tipos de tratamento.
Certo de vossa atenção,peço ao Sr.que possa nos ajudar e que o Estado possa devolver um pouco da dignidade que nos foi roubada,como lhe relatei anteriormente através dos diversos problemas de saúda ao qual nós fomos acometidos.
Deixo ao Sr.minhas continências na certeza que debaixo de sua fardo existe um homem de carne e osso,sensível a nossas causas e que não está neste cargo por acaso.
FIQUE COM DEUS E QUE O SENHOR TODO PODEROSO LHE ILUMINE POR TODO A SUA VIDA BEM COMO A SUA TRAJETÓRIA,NOS AJUDE POR FAVOR.
OBS:fico agardando a vossa resposta com a certeza de que estamos bem representados e principalmente nos comandando.

Anônimo disse...

Sr. Cmte. NO BPRV, PRECISAMENTE NA 5ªCIA, QUE FAZ O PATRULHAMENTO NA LINHA VERMELHA E PERIMETRAL, NÃO É RESPEITADO O HORÁRIO DE ALMOÇO. FICAMOS 12H, DAS 06:00H ÀS 18:00, APÉNAS COM UMA REFEIÇÃO,DEVERÍAMOS TER NO MÍNIMO 03 REFEIÇÕES NESSE INTERVALO, ACREDITO QUE O BANDIDO QUE ESTÁ NA CADEIA, ESTÁ EM CONDIÇÕES MELHORES QUE A NOSSA.ALÉM DISSO, NA HORA DO ALMOÇO, TEMOS MENOS DE 40 MINUTOS PARA ALMOÇAR, POIS O DESLOCAMENTO ATÉ O LOCAL DO RF É CONTADO. A NOITE, O MESMO DRAMA. ASSUMIMOS O SERVIÇO AS 18:00H E NÃO TEMOS HORÁRIO PARA LANCHE E MUITO MENOS JANTAR. É OFERECIDO UM PÃO COM GUARANÁ NATURAL, COMO SE ISSO FOSSE NOS ALIMENTAR.O OPERADOR, APARTIR DAS 22:00H, DETERMINA QUE FAÇAMOS O ABASTECIMENTO DA VTR E A NECESSIDADE FISIOLÓGICA EM 40 MINUTOS, ESSE É O TEMPO QUE TEMOS.ALÉM DE COLOCAR A MINHA VIDA EM RISCO NESSE SERVIÇO, SOMOS OBRIGADOS A FICAR COM FOME E SEDE. VOU PEDIR AJUDA AOS DIREITOS HUMANOS, POIS A CASA EM QUE TRABALHO, ME TRATA PIOR QUE OS BANDIDOS QUE ESTÃO NA CADEIA. CEL. O Sr. PARECE UM HOMEM ÍNTEGRO, NOS DÊ CONDIÇÕES DE SERVIÇO. COMO OFERECER SEGURANÇA PARA A POPULAÇÃO SE OS SEUS POLICIAIS ESTÃO NA LINHA VERMELHA E NA PERIMETRAL COM FOME E SEDE?PELO AMOR DE DEUS, ESSA ESCALA QUE ESTAMOS ENFRENTANDO NA 5ªCIA DO BPRV, NÃO NOS DA CONDIÇÕES PARA UM DESCANSO PLENO. É DIFÍCIL COLOCAR UMA ESCALA 12 X 48?
SOMOS TÃO SACRIFICADOS NESSE TIPO DE POLICIAMENTO,ENFRENTAMOS SOL DE 42 GRAUS, CHUVAS, E VENTOS PARA UM POLICIAMENTO TÃO IMPORTANTE.SERÁ QUE O Sr. NADA PODE FAZER? SE O Sr. NADA FIZER, VERÁS HOMENS SEUS MORTOS, SABE POR QUÊ? A FADIGA ESTÁ NOS TOMANDO CONTA. ESTAMOS APÉNAS SOBREVIVENDO POR CAUSA DA NOSSA FAMÍLIA. NOS DÊ CONDIÇÕES DIGNA, É O MÍNIMO QUE O Sr. PODE FAZER.

ribeirovs@hotmail.com disse...

POXA!!!
O SENHOR TIROU UMA PEDRA DAS MINHAS COSTAS... NUNCA PENSEI EM TER UM COMANDANTE GERAL COM ESSE DISCERNIMENTO.
GANHOU MINHA TOTAL CONFIANÇA.
"TAMOS JUNTOS!!!"
CB PM VANDER

CB PM JULIO 12º BPM disse...

SRº CMT! Isso é uma lição de vida, as vezes aquilo que esperamos nunca aconte, por outro lado, a vida nos reserva surpresas que nos deixam entusiasmados, eu já perguntei a varios oficiais qual era o maior sonho deles e, a maioria respondeu-me que o maior sonho é comandar a unidade o qual serviu como aspirante, o senhor foi aspirante no 12º BPM e não chegou a comandá-lo, mas Deus reservou-le a surpresa e o desafio de chegar ao Comando Geral, comandando de uma só vez todos os batalhões da PMERJ, incluindo o glorioso 12º BPM. CMT! estou no 12º há treze anos, moro nesta cidade desde criança, luto incessantemente para dar a esta cidade a segurança e o respeito que todos os que nela residem; trabalham; visitam ou simplesmente passem. Termino aqui CMT, desejando-lhe, saúde, força, e sorte nesse desafio de CG, nós PPMM do 12º BPM estamos juntos contigo nessa ardua missão.

Anônimo disse...

No caso robocop amplamente divulgado hoje na mídia, se houve realmente extorsão, o crime é militar e quem tem que investigar é a PMERJ (6BPM ou DPJM) e não a polícia civil. O CASO TINHA QUE SER RESOLVIDO PELA PMERJ, ESTÁ NA LEI. E a escuta feita pela SESEG (civil) tem autorização judicial ou é escuta ilegal? A SESEG (civil) faz o que quer e não deve satisfação a ninguém? Os oficiais da PM tem que ser melhor instruídos . Estamos sendo engolidos pela civil com a ajuda de nós mesmos, quer por incompetência, quer por omissão.

Anônimo disse...

Boa tarde comandante, é com enorme prazer que lhe escrevo e digo que também fiquei emocionado com suas palavras.
Tenho 24 anos e sou concursando tanto da prova para oficial, quanto para soldado. Esse é meu primeiro ano de tentativa para ingressar na Polícia Militar e meu grande sonho desde criança é fazer parte desta gloriosa corporação.
Nobre comandante, peço que olhe como menina dos seus olhos para a nossa Polícia Militar, visando condições de trabalho para nossos praças, os quais são os mais "apedrejados" por uma sociedade preconceituosa e por governantes que olham apenas para seus próprios interesses.
Em relação as promoções seria interessante existir as duas formas, por provas e por tempo, como o cabo Alessandro citou anteriormente. Melhorando condições de trabalho a polícia trabalhará com muito mais vigor e prazer.
Comandante, espero que suas palavras tenham sido com toda a sinceridade do mundo, que sejas mesmo este homem dígno e honesto, estamos confiando muito no senhor.
Que Deus o abençoe e ótima sorte nessa estrada árdua, mas cheia de glórias. Um grande abraço.

Anônimo disse...

Boa tarde comandante, é com enorme prazer que lhe escrevo e digo que também fiquei emocionado com suas palavras.
Tenho 24 anos e sou concursando tanto da prova para oficial, quanto para soldado. Esse é meu primeiro ano de tentativa para ingressar na Polícia Militar e meu grande sonho desde criança é fazer parte desta gloriosa corporação.
Nobre comandante, peço que olhe como menina dos seus olhos para a nossa Polícia Militar, visando condições de trabalho para nossos praças, os quais são os mais "apedrejados" por uma sociedade preconceituosa e por governantes que olham apenas para seus próprios interesses.
Em relação as promoções seria interessante existir as duas formas, por provas e por tempo, como o cabo Alessandro citou anteriormente. Melhorando condições de trabalho a polícia trabalhará com muito mais vigor e prazer.
Comandante, espero que suas palavras tenham sido com toda a sinceridade do mundo, que sejas mesmo este homem dígno e honesto, estamos confiando muito no senhor.
Que Deus o abençoe e ótima sorte nessa estrada árdua, mas cheia de glórias. Um grande abraço.

MATT disse...

Bom, com um Comandante que tem esse ponto de vista na OM(organização militar para os que pouco conhecem), acredito que temos todas as condições para ir longe,e finalmen te alcançar a tão desejosa paz fundamental no rio de janeiro, claro um comandante com alto grau de conhecimento, e com alta confiabilidade mostra a Tropa o exemplo que a de se seguir.
Vejo muitos, fazendo concurso para a Pmerj,mais ainda todas a organizações policiais neste país, que apenas almejam um porte de armas, fiz o concurso 2009 para me tornar um praça,e o que ouvi dos candidatos que fizeram a mesma prova comigo me deixou um tanto quanto alarmado, sobre a real situação, apenas enchergam a Corporação, como um grande cabide qme que se debruçaram almejando apenas um salario fixo e uma questionavel estabilidade, o Policial acima de tudo, tem que se entender mais do que apenas Individuo mas Grupo.
Sendo assim, se levaria mais a serio a seleção, não e falha , mas os criterios, hoje se tornaram falhos, o Policial precisa muito alem de conhecimento matemático, da lingua portuguesa o conhecimento mais legitimo o de cad ser vivo de existir, e coexistir em sua sociedade, a respeitabilidade vem do respeito.
Hoje enfim posso afirmar a PMERJ tem um comandante voltado a esse lado, todos os comandantes que ja tivemas a frente da corporação fizeram seu melhor, cada um a seu tempo, seu momento, hoje e o momento do surgimento não de uma nova corporação, mas de um novo modelo de POLICIAL que vá pra rua com mais ciência do poder que tem, e que deve desempenhar em sua comunidade.
todas as cordialidades e creditos Mateus Bello

Anônimo disse...

Boa noite Comandante!
Há mais ou menos doze anos participo indiretamente da vida militar, pois meu marido é 1º sargento no 21º BPM e poucas vezes tive a oportunidade de ouvir de um comandante palavras tão sinceras. Participo das reuniões que a ISP promove mensalmente no meu município e durante estes meses que se passaram eu tive a estranha sensação de que tudo que era dito da parte militar era pouca informação e muita falta de sensibilidade com a realidade do cidadão e do policial militar de fronte, estive no dia 28/07 em uma dessas reuniões e sem demagogia foi a melhor que já participei e La já estava o novo comandante da área e ele passou a mesma postura que o senhor tem passado em seus relatos .
Li seu depoimento e não pude deixar de me emocionar coronel, me coloquei no lugar de seus familiares, pois eu sei na carne o que é se entregar a esta causa de corpo e alma, durante três anos não mais acreditei na PM vi vários policiais militares serem execrado na mídia, vi comandantes sem honrar opinar sobre a honra desses homens, vi uma corporação desunida, vi famílias inteiras serem humilhadas por vergonhosas e falsas denuncias, mais vencemos coronel e hoje nossa família voltou a acreditar que a PMERJ que meu marido realmente acredita pode estar ressurgindo das cinzas. Eu só posso desejar ao senhor e a sua família muita FÉ que tudo irá se realizar conforme seu desejo.
Um Abraço Fraterno.

Anônimo disse...

Comandante o texto foi realmente emocionante, o ser humano é comprovadamente imprevisível, um dia deixamos de acreditar, e no outro acreditamos piamente, como é o caso do Sr. comandando a PMERJ, é com satisfação que vejo um homem tão bem preparado assumir um cargo de tanta importância. Saúde e Paz.

Anônimo disse...

Sr. Comandante peço que nos ajude a resolver um grande problema que está acontecendo com nós PPMM, nas transferências de armas de fogo entre Policiais. O SFPC (órgão do Exército Brasileiro) responsável pela tranferência parece está de brincadeira ao transferir o SIGMA do antigo dono para novo. Meu Processo mesmo já tem (02) anos e parece que sumiram com ele. Por favor aguardo notícias, um grande abraço e fique com Deus. Meu Email:(sgtresendesilva@hotmail.com) Por favor não publique meu Email.

Anônimo disse...

Ao Nicolai Boleli Torres

Caro nobre, n tem erro na sua promoção. Todos os formandos da Turma "C" têm a data de promoção, a mesma data do término do Curso. Vc queria o q...ter a data igual da Turma "A"? Aí sim seria injusto, pois quem estudou pra ficar dentro das 300 vagas oferecida pelo Edital, n pode ser menosprezado e tirado o mérito de quem realmente se dedicou para CONQUISTAR a divisa!

Anônimo disse...

Sr. Cmte.
AQUELA SITUAÇÃO DA 5ª CIA DO BPRV, O SENHOR ESTÁ ANALIZANDO? TUDO BEM! AS COISAS PODEM FICAR DENTRO DE CASA E SEREM CONSERTADAS, NÃO PRECISA DIVULGÁ-LA. DESDE QUE O SENHOR COMO COMANDANTE TENHA UMA VISÃO HUMANA. POIS A NOSSA SITUAÇÃO NA 5ª CIA DO BPRV É DEGRADANTE. SEREMOS NUM FUTURO BEM PRÓXIMO, POLICIAIS DOENTES, COM CÂNCER DE PELE E SURDEZ. AUMENTANDO A FOLHA DE IFP E LTS.COMANDANTE FAÇA-NOS UMA VISITA NOS NOSSOS POSTOS DA LINHA VERMELHA E PERIMETRAL, MAS NÃO AVISE A NINGUÉM. E PERGUNTE AOS SEUS SUBORDINADOS O QUE ENFRENTAMOS NESSE POSTOS. MELHOR, NÃO PRECISA PERGUNTAR, COM A SUA INTELIGÊNCIA E PERSPICÁCIA OBSERVARÁS O NOSSO ÍNTIMO.

Anônimo disse...

IMPORTANTE:
SR. CMT SEI O QTO HONRRA A FARDA QUE USA E O QTO TEBPMM ORGULHO DA FARDA DO BOPE, ELA TRAZ AUTO ESTIMA ACIMA DE TUDO , ´PEDIMOS AO SRNHOR QUE VOLTE O MUG NO 2ºBPM NO 6ºBPM E OUTROS BATALHAOES QUE A ADOTARAM , ELA ACABA COM QUALQUER AUTO ESTIMA ALEM DE NAO SER NADA OPERACIONAL, O MATERIAL É VAGABUNDO,E A TROPA ESTA EXTREMAMENTE INSATISFEITA EM USA-LA NAS RUAS NO DIA A DIA, REFLITA E ACEITE NOSSA SUGESTAO EM VOTAR O MUG!
ESTAMOS COM VOCE E CONFIAMOS EM TI!

Mario disse...

Caro Coronel Mário Sérgio,


Mais uma vez lhe escrevo estas mal traçadas linhas, para tentar ajudá-lo nesta árdua tarefa que é comandar a nossa Briosa.
Já estamos a quase um mês sobre o seu comando e o que vejo (leio na internet) e escuto por toda a PMERJ é que o senhor ainda não tomou atitudes simples e que dependem somente do senhor para que se tornem realidade. O que dizem é que está lhe faltando celeridade.
Vou fazer uma relação com o que mandei para o senhor e em cada item colocarei uma pontuação que irá do 0 (zero) até 10 (dez), sendo que quanto menor o valor, mais condições o senhor tem de resolver o problema citado sozinho e quanto maior o valor, menos condições o senhor tem de resolver o problema sozinho, dependendo de outros órgãos/pessoas para a resolução do problema.
Todos nós sabemos que há ítens que o senhor pode resolver sem ter que pedir autorização a ninguém, como foi o caso da extinção dos PPC´s e DPO´s, o que foi muito bom. Existem ítens que já são de uma solução mais complexa, que não depende somente do senhor, como é o caso de aumento salarial. Mas existem muitos (e estão relacionados abaixo) ítens que o senhor pode resolver de uma maneira rápida, como o fim do RANCHO, a adequação da CARGA HORÁRIA com o que manda a lei, o fim das VIATURAS BASEADAS (o pessoal do 20º BPM anda reclamando muito), o fim da HORA EXTRA ou o pagamento por ela, o ACAUTELAMENTO DA PISTOLA .40 , etc ...
Lembro ao senhor que os ítens que vou relatar, são os que mais anseios causam na tropa e que o senhor já tem ciência dos mesmos, tendo inclusive recebido estes e-mail da minha pessoa.

Boa sorte.


1 - RANCHO - nota 1
2 - CARGA HORÁRIA - nota 0
3 - VALE-TRANSPORTE - nota 7
4 - FARDAMENTO - nota 4
5 - REGULAMENTO - nota 4
6 - COMBUSTÍVEL - nota 8
7 - POLICIAIS MILITARES NOS PRESÍDIOS - nota 6
8 - ADIDOS - nota 6
9 - OFICINA - nota 5
10 - VIATURAS BASEADAS - nota 0
11 - HORA EXTRA - nota 1
12 - FAXINA - nota 4
13 - LOTAÇÃO - nota 0
14 - GRATIFICAÇÃO POR ATIVIDADE OSTENSIVA - nota 5
15 - SALÁRIO - nota 9
16 - PPC, DPO E CABINE - nota 0
17 - UNIFICAÇÃO DAS POLICIAS (POLÍCIA DO CICLO INCOMPLETO) - nota 9
18 - CURSO DE FORMAÇÃO - nota 1
19 - APREENSÕES DE ARMAS, MUNIÇÕES E COLETES, ETC.. - nota 9
20 - AUTONOMIA DOS BATALHÕES/AUMENTO DO EFETIVO - nota 0
21 - PADRONIZAÇÃO DA CARGA HORÁRIA - nota 0
22 - MOROSIDADE NOS PROCESSOS ADMINISTRATIVOS - nota 0
23 - CONSIGNADOS - nota 8
24 - ESPECIALIDADES - nota 7
25 - CRIAÇÃO DO QUADRO ADMINISTRATIVO - nota 5
26 - DESMILITARIZAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR - nota 9
27 - ACESSO A PMERJ - nota 1
28 - QUADRO DE PROMOÇÕES - nota 1
29 - HOSPITAIS, POLICLÍNICAS E UBS (UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE) - nota 6
30 - CARTA PATENTE - nota 5
31 - ESCOLA DA POLÍCIA MILITAR - nota 9
32 - TRANSPARÊNCIA NAS INFORMAÇÕES - nota 0
33 - INFORMATIZAÇÃO DA PMERJ - nota 2
34 - ACAUTELAMENTO DA PISTOLA .40 - nota 1
35 - ADICIONAL NOTURNO - nota 8
36 - ADICIONAL INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE - nota 8
37 - PUNIÇÃO GEOGRÁFICA - nota 0
38 - PRESUNÇÃO DA INOCÊNCIA - nota 5
39 - POLÍCIA PATRIMONIAL/POLICIAMENTO EXCLUSIVO - nota 8
40 - ELEIÇÃO DE COMANDANTES DE OPM - nota 8
41 - BLINDAGEM - nota 7

Anônimo disse...

COMANDANTE PRECISAMOS DO SEU APOIO,SERÁ FEITO AQUI NO RJ UMA GRANDE MOBILIZAÇÃO EM FAVOR DA APROVAÇÃO DA PEC 300 CONTAMOS COM A SUA PRESENÇA

LUIZ CLAUDIO 1º TEN QOA disse...

Sei que nem sempre as coisas são como queremos. Em vinte e cinco anos de serviço, tive muito poucos atestados médico. Agora que fui acometido por pressão alta e diabetes(doenças incuráveis)pelo menos até o momento, surge o boato de gratificação por saúde plena(gasto cerca de 250 reais por mês só com remédios). Minhas promoções foram sempre por concurso(SD,CB,SGT,CAS,QOA),Mas minha turma foi promovida CINCO vezes de graça. Quando saí 2º TEN QOA, um 2º sgt bombeiro era recém promovido a 1º. Fez o QOA(hoje já faz o CAO para Major).Vai ver é de outro país. Também na mesma época chegaram vários aspirantes(hoje são capitães e alguns já com CAO). Mas sou brasileiro não devo desistir. Veio a lei do aumento do efetivo, com prazo de 30 dias para o QDE(esperança de promoção à CAP PM que deveria ser em 2007),mas parece que o prazo para a PMERJ é diferente(nem QDE,enm Promoção e nem substituição). Mas sou brasileiro... Assume pela primeira vez na PMERJ um Comandante democrático. Disposto a ouvir a tropa em vários níveis hierárquicos. Mas para minha surpresa os representantes foram indicados e obrigados a irem a tal reunião. Mas sou brasileiro..... Foi feita as conferências livres(o ápice da democracia está intrauros afinal). Porém as propostas haviam sido enviadas uma semana antes. Mas sou brasileiro afinal.. Surge então este canal direto com o Comandante Geral("loucura Guerreiro")como diz um oficial do meu batalhão. Portanto, entretanto, todavia, outrossim ou mais contudo(como dizia meu pai) já fiz várias postagens. Algumas sem resposta, outras nem publicadas. E o pior de tudo nada de bom aconteceu ainda. Mas sou brasileiro, carioca, QOA. Como a minha competência me levou a esta situação ( e ninguém pode ser culpado a não ser o idiota do tenente QOA aqui), vou aguardar mais um tempo para talvez me decepcionar de vez ou NÃO. Eu sou brasileiro(porque não americano ou europeu) e continuarei acreditando e dando murro em ponta de faca. Pois eu sempre ACREDITEEEEI!

Anônimo disse...

Cmt, boa noite,
Sei que o Sr não vai pode fazer muito por nós quato a salário, mas o senhor bem que podia nos ajudar em algo ao seu alcanser:
1º Rio card, at´hoje nõ recebemos,
2º fim do rancho, esto com problemas de coleterol devido apéssima comida que nos é servida
3º Acaltemamento da pistola .40, pos nos ajudaria a nos defendermos na volta para casa.
4º Porta única para aceso na PMERJ, já tendo sido soldado todos os oficiais conhecerão a fndo a mazlas da PMERJ;
5º Pagamento de horas-extras , e aos serviços extras,
6º Abertura de concurso intrno par ascenção de carreira, assim não presisarem de tempo de erviç para galgarmos melhors postos.

Há muitas outra melhorias, mas essas alencdas já dariamos um alento.
Um forte abraço e fique com Deus.
Cb. ciclano

Anônimo disse...

Policial também tem vida social. Pelo menos deveria ter. Seria inteligente criar um método de rodízio de escala para eventos comemorativos (Natal, Ano Novo, Carnaval), empenhando ano sim ano não, determinado quantitativo de policiais.
Entra ano sai ano e a vida de lazer da família do policial é deixada de lado. É muito triste ver nessas datas, todos viajando e em lazer, e TODO ANO estar empenhando em eventos. Poderia ser criado um rodízio, garantindo ao policial momentos de lazer que todo ser humano merece. Já trabalhei no setor privado no ramo de entretenimento e, mesmo assim, tínhamos uma escala de eventos. A cada ano, determinado grupamento de funcionários era escalado. Podíamos nos programar para determinado ano. Democrático. Justo. DIGNO. Porque não na polícia?

Anônimo disse...

Sr. comandate-geral, deveriam clonar esse coronel do 23° bpm, se toda sua equipe de comandantes fossem igual ao senhor e a esse coronel sérigo, a policia seria muito melhor....
parabens

marco disse...

Bom dia Sr. CMT, sou aspirante a cabo por tempo de serviço lotado no 32 BPM e gostaria de dizer em primeiro lugar que deposito assim como a maioria do meu circulo, esperaça no Sr., acreditamos nas suas inteções e torcemos para o vosso sucesso q será o nosso! Gostaria de colocar uma aflição pela qual passo em relação a mudança na promoção: fiz prova pra sargento em 2006, estudei muito e fui APROVADO no exame intelectual, mas fui REPROVADO na prova FISICA (fui baleado em 2003 e engordei mais de 30 kg após duas cirurgias E TENHO UMA PROTESE DE ARTÉRIA) ou seja se depender de concurso NUNCA DEIXAREI dE SER SOLDADO! GOSTARIA QUE O SR REVISSE A NECESSIDADE DE PROVA FÍICA, POIS FUI REPROVADO PRA CURSAR O CURSO DE SARGENTO, MAS TRABALHO NA RUA COMO SOLDADO.

Anônimo disse...

Coronel!!!
Ao acordar hoje pela manhã, dia de meu aniversário, muito feliz por ter por perto minhas filhas e esposa, fui logo ligando a televisão pra poder me atualizar dos acontecimentos. Já na primeira reportagem, aparecia um carro apreendido com um bandido que realizava baile funk em uma favela, com cerca de 15.000,00 de investimento em aparelhagem de som, fora o preço do veículo que deve ser em torno de 40.000,00.
Fiquei mais convicto ainda da teoria de que as coisas só tendem a piorar daqui pra frente, nem adianta o senhor e eu termos esperanças em dias melhores se não for mudada a situação atual. Nada, mas nada irá mudar com suas atitudes. O senhor pode tentar de tudo, colocar PM na rua, operação padrão.........O problema está na perda de identidade das famílias. As crianças de hoje, não vêem mais um policial ou um professor como seu herói. Eles só escutam os adultos falando que ser policial é sinônimo de fracassado na vida profissional, que professor não faz nem pra comer...e por ai vai.
As crianças não tem como referência o vizinho que é policial ou professor. Ele tem como referência, o bandido, que chega de motão e carrão com um som de 15.000,00. Imagino o que passa na cabeça de uma criança quando vê um cara desse passando "quando eu crescer eu quero é isso pra mim, não ser igual a tia da escola que só fica reclamando que não tem dinheiro".
Perdemos a referência, perdemos a identidade de uma sociedade com sonhos, esperanças.
É triste Coronel, mas é a realidade.
A muito tempo que eu não posto em blogs, apesar de acompanhar alguns.

Reflita um pouco no que eu pensei, analise como se o senhor não fosse um coronel, mas um simples cidadão, assalariado.
Pense nisso!!!!!
A polícia militar poderia começar a mudar, o terceiro grau deveria ser valorizado dentro da corporação. O salário teria que melhorar e ser exigido nível superior pra ser policial. Isso já é uma realidade em alguns estados.
O oficial, teria que ser formado em direito.
A polícia de hoje é quase a mesma dos anos 80. Tudo isso vale também para o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, onde sirvo com muito orgulho.

Curso Engenharia, pois não vejo perspectiva de melhorias salariais a curto prazo. Tenho duas filhas que precisam muito de mim.

Felicidades na nova empreitada e sucesso.

Cb Santiago disse...

Boa tarde 01 vou ser breve pois estou saindo para o ''bico'' quero relatar os problemas que nós policiais vivemos aqui em Barros Filho,o lugar está infestado de ladrões de carro(157)e todos os dias temos notícias de roubo de veículos e queria pedir ao Sr é claro se puder,pedir a implantação de uma UPP aqui pois sabemos que resolveu os problemas do Jardim Batan,é nós policiais que nos sentimos acuados com esta situação,inclusive conheço um amigo do BOPE que saiu do local devido a ameaças,peço por favor que o Sr não divulgue esta mensagem, para que eu ao venha a sofrer represálias,desde já lhe agradeço e que Deus o abençoe.

Cb Santiago disse...

Boa tarde 01 vou ser breve pois estou saindo para o ''bico'' quero relatar os problemas que nós policiais vivemos aqui em Barros Filho,o lugar está infestado de ladrões de carro(157)e todos os dias temos notícias de roubo de veículos e queria pedir ao Sr é claro se puder,pedir a implantação de uma UPP aqui pois sabemos que resolveu os problemas do Jardim Batan,é nós policiais que nos sentimos acuados com esta situação,inclusive conheço um amigo do BOPE que saiu do local devido a ameaças,peço por favor que o Sr não divulgue esta mensagem, para que eu ao venha a sofrer represálias,desde já lhe agradeço e que Deus o abençoe.

lorrani disse...

Cmt boa noite. Tem 3 coisas que o PM quer: salário, escala de 72hs e apoio para trabalhar. 1 Salário: não depende só do Sr mas, o trabalhador e digno do seu salário; 2 Escala: na pol civil, no bombeiro, nas PMs de outros estados a escala é 72 hs de folga. 3 Apoio: o PM quer apoio p/ trabalhar. Quer que cmt dos batalhões, os delegados, juízes... dêem apoio. Veja, estou com um suspeito e quero sarque-lo, ligo p/ o BPM e o operador passa p/ P2, a P2 diz que não tem senha p/ levantar a ficha. Brincadeira né? Estou com veículo com IPVA atrasado, motorista sem habilitação etc... ninguém tem o T.I. para infracionar. Por favor reveja essas situações, e peça que os oficiais dêem mais apoio a nós PRAÇAS.

sd sgt disse...

cmt se quer ajudar o policial e devolver-lhe a auto estima, comece pela farda, o 3ºA nas ruas é a coisa mais imbecil que que criaram na pmerj, é só para agradar ao pi visualmente, em momento nenhum se pensou no policial que usa uma farda que lhe tira totalmente a auto estima na rua , volte o mug escute a voz dos policiais que estao na rua no dia a dia!
precisamos que o sr. nos devolva a auto estima!

tulio disse...

É nojenta a "operação" realizada na Rocinha apenas para encobrir o covarde assassinato da engenheira Patrícia, ao que todos os indícios indicam, cometido por policiais do 31 bpm. Como essa instituição investida de poder e razão de existir unicamente pelo povo brasileiro e pelo estado de direito, emite uma versão estapafúrdia e claramente mentirosa de um crime covarde??? Por que você não cumpre o seu dever de comandante da pm e mostra que tem um pouco de hombridade e toma as mais severas medidas contra marginais, traficantes e outros inúteis que se travestem de pms? A sociedade está farta de marginais covardes travestidos de pms. Por que você permite que a pm acoberte bandidos????????

Anônimo disse...

Cmt, gostaria q o sr. atentasse para a situação dos atuais participantes do C.E.F.S ; no meu caso por exemplo, o curso já esta em sua reta final, estou tendo despesas extraordinárias com transporte e já tive que refinanciar um emprestimo consignado para não deixar minha familia em dificuldades e ainda ( são muitos PMs ) não recebi a tão aguardada ajuda de custo. Considero lamentavel o policial só receber a ajuda de custo no término do curso, que é o que parece irá acontecer; isto teria que ser automático, no ato da matricula, depositado na c/c do policial não tendo a necessidade de vir junto com o pagamento pois quando estamos em cursos da PMERJ às despesas são inevitaveis. espero que o Sr. consiga mudar esta situção e lhe desejo boa sorte no comando e que realmente o Sr. possa instituir o recebimento de horas extras na corporação. seria muito justo, pois é extramamente desgastante trabalhar horas a mais e não ser recompensado e ainda sacrificar esposa e filhos com nossa ausencia.

ten qoa luiz claudio disse...

Cadê as respostas Comandante? Há várias postagens para ser aprovadas. Por favor não nos deixe sem essas respostas, são nosso último fio de esperança, mas não tens respondido nem aque e nen nos "AMIGOS DO MÁRIO SERGIO". Não feche este importante canal de comunicação.

Anônimo disse...

Nobre e honrado Coronel Mário Sergio,
meu respeito:
Estou deveras admirado com a sua incansável labuta querendo melhorar a vida desses heróis chamados policiais Militares, vejo que as suas idéias são excelentes, porém senhor comandante, enquanto o Exmo Sr Governador do Estado não conseguir honrar as suas promessas de campanha, concedendo um aumento salarial digno, pois a defasagem salarial da PMERJ em relação aos outros Estados é uma vergonha; enquanto existir essa imprensa covarde; enquanto existir inimigos declarados da corporação, como por exemplo o estrangeiro INÁCIO CANNO; enquanto a corporação for dirigida por um estranho ao ninho; e enquanto a sociedade for usuária de droga ilícitas na sua quase totalidade; finalmente, enquanto nós policiais militares não tomarmos vergonha na cara e votarmos em pessoas certas para nos governar, com certeza, nada irá melhorar.
Com toda a sinceridade do mundo, honrado e digno coronel, tenho pena do senhor, pois com certeza pouco tempo ficará no cargo, sabe por quais motivos: é honesto, sincero, tens uma visão da modernidade, pelo que percebemos claramente, o senhor tem o senso humanitário e parece estar lutando para humanizar e dignificar seus comandados e essas atitudes não agradará o governo que aí está, pois pelo que percebemos desse "cidadão-governador", ele tem ódio da PM.
QUE DEUS TE PROTEJA.
Bom dia.
PS: EM 2010, A NOSSA RESPOSTA SERÁ DOÍDA NAS URNAS.

Dr. Fernandes disse...

Preliminarmente, gostaria de parbeniza-lo pelo seu Comando, pois estou há 23 anos na PMERJ, e muitas vezes fui mal atendido nas Unidades de Saúde da Coorporção,entretanto, ontem (domingo - 1008/2009),precisei de socorrer minha esposa e pela primeira vez fui bem atendido no HCPM-RIO, desde a triagem até a enfermaria, motivo pelo qual pude perceber a influência do seu comando perante a tropa. Cabe bem para o momento recitar um trecho de Ruy Barbosa "O respeito mútuo é a primeira condição de toda luta intelectual pela verdade, pela honra, pelo dever, e pela pátria".

Natalee Oliveira disse...

Tenho acompanhado com meus amigos e colegas do 35ºBPM suas mudanças e atitudes. Confesso que dias atrás ouve um duelo entre praças no rancho na hora do almoço, uns como eu concordam em gênero, número e grau com elas, já outros se sentem negligenciados, sua opiniões são bem diferentes. Há que seja até chamado de "puxa-saco", bobagem!
Recentemente nosso comando mudou, saiu o Tel Cel Macêdo, de quem ainda sinto saudade e entrou o Ten Cel Carlos Mendes, uma pessoal excepionalmente calma, generosa, educada e altruísta. Obrigada! Os praças e oficiais daqui estamos muito bem comandados, O Ten Cel Macêdo foi um excelente comandante e o Carlos Mendes já se mostra um grande homem. O 35º e seu efetivo agradeçem!!!

A melhor forma de se resolver um problema é ouvir!
Ouça, reflita e organize cada "vírgula" dita ao Senhor!

Mais uma vez, Obrigada!!!

Natalee Oliveira disse...

Não querendo ser crítica, mas já sendo.
Gostaria que o senhor respondesse essa questão que machuca o coração de todos os familiares de policiais mortos em combate!

"Por que quando um polícial morre em ato de serviço ninguém além de nós liga? Já que quando um marginal quando morre vida "trabalhador", "estudade" e boa pessoa. Porque que os direitos humanos e as manifestações públicas só acontecem quando uma pessoa comum ou criminosa vem a falecer e quando um de nossos herois morre eles simplismente são esquecidos pela sociedade???

Como irmã, amiga, colega de trabalho e como futura policial militar gostaria muito de saber, já que em cada colega morto, vejo meus familiares, amigos e até mesmo eu.

Chega de Baile Funk disse...

Caro comandante, sou um humilde morador da Cidade Alta cordovil. Acompanhando seu blog, desde quando assumiu a função de CG da PM, tenho acompanhado através da mídia, toda sua correria conseguida através do seu cargo, e sei que a PM hoje tem um lider em seu comando e conto sempre com voçês, policiais. Torço que dê muito certo seu novo comando.
Eu tenho um humilde pedido, acabe com o Baile Funk dos finais de semana da Cidade Alta da Rua Cinco rios, na quadra em cordovil ciade alta. Meninos estão sendo marginalizados e meninas estão sendo transformadas em prostitutas. Já fiz diversas denuncias pelo 190 e disque denuncia e nada adiantou, todos os finais de semana continuam ocorrendo os Baile Funks dos traficantes, meu ultimo número de denuncia " 1688772 " Sr. Comandante, tome suas providências, essa atitude não custa nada para vossa senhoria e custa muito para nossos jovens e filhos do local. Salve-nos por favor!

Chega de Baile Funk disse...

Caro comandante, sou um humilde morador da Cidade Alta cordovil. Acompanhando seu blog, desde quando assumiu a função de CG da PM, tenho acompanhado através da mídia, toda sua correria conseguida através do seu cargo, e sei que a PM hoje tem um lider em seu comando e conto sempre com voçês, policiais. Torço que dê muito certo seu novo comando.
Eu tenho um humilde pedido, acabe com o Baile Funk dos finais de semana da Cidade Alta da Rua Cinco rios, na quadra em cordovil ciade alta. Meninos estão sendo marginalizados e meninas estão sendo transformadas em prostitutas. Já fiz diversas denuncias pelo 190 e disque denuncia e nada adiantou, todos os finais de semana continuam ocorrendo os Baile Funks dos traficantes, meu ultimo número de denuncia " 1688772 " Sr. Comandante, tome suas providências, essa atitude não custa nada para vossa senhoria e custa muito para nossos jovens e filhos do local. Salve-nos por favor!

Anônimo disse...

SR CEL MARIO SERGIO, VENHO AQUI PEDIR QUE ATENTE SUAS BOAS INTENÇÕES NO INTUITO DE REPARAR UMA INJUSTIÇA QUE A CERCA DE UM ANO VEM SENDO COMETIDA NA CORPORAÇÃO: PORQUÊ SERVIDORES DE ALGUMAS UNIDADES TÊM O PRIVILÉGIO DE RECEBEREM OS SEUS RIO CARD QUE DIMINUEM SEUS GASTOS COM PASSAGENS E OUTROS POLICIAIS MILITARES, SÓ QUE DE UNIDADES DIFERENTES, AMARGURAM DESPESAS COM TAIS GASTOS QUE MUITAS VEZES BEIRAM R$ 30,00 (TRINTA REAIS) DIÁRIOS? AFINAL QUAL SERÁ O CRITÉRIO USADO PARA HAVER TAL DISTRIBUIÇÃO? TENDO EM VISTA QUE TAL DIREITO VEM SENDO AMPLAMENTE DIVULGADO PELO GOVERNO PARA TODOS OS TRABALHADORES BRASILEIROS, SOLICITO QUE ALGUMA MEDIDA SEJA TOMADA PARA SOLUCIONAR TAL QUESTÃO QUE VIRÁ ATENUAR A DEFASAGEM SALARIAL QUE ESTAMOS SOFRENDO COM O PASSAR DOS ANOS. QUE DEUS LHE ABENÇOE.

xxxxxxx disse...

30132705SR CEL MARIO SÉRGIO;SOU O SGT JADER DO 9 BPM AO QUAL ME ORGULHO MUITO EM SERVIR E VENHO ACOMPANHANDO SEU TRABALHO E SUAS POSTAGENS DESDE DO INICIO DO SEU CMDO;POIS ACREDITO QUE A NOSSA CORPORAÇÃO VAI MUDAR;CEL; SE ME PERMITE FALAR;ACHO QUE OS GESTORES DO PASSADO;FESTEJARAM MUITO OS 200 ANOS DA POLICIA E ESQUECERAM DE ALAVANCAR O ESTIMULO DO POLICIAL;SEM QUERER RASGAR SEDA POIS NÃO PRECISO DISSO; O SR FEZ EM 20 DIAS O QUE NÃO FOI FEITO EM 200 ANOS;QUE FOI MEXER NO RDPM; DANDO A OPORTUNIDADE DE UMA DEFESA LEGITIMA E A "EQUIDADE"; COMANDANTE VOU FICANDO POR AQUI;AGRADECENDO ASSIM A "DEUS" ESSE MOMENTO E QUE O ALTISSIMO FAÇA A MANUTENÇAO INFINITA DESTA ADMINISTRAÇAO. FORTE ABRAÇO SGT JADER;SEMPRE A DISPOSIÇAO...

Insignificante disse...

CEL gostaria de desejar de coração boa sorte e sabedoria para comandar essa nossa Corporação, gostaria, se fosse possível, que o Sr. me tirasse uma dúvida a nível administrativo que ainda não conseguiram me esclarecer. O que acontece quando muda o comando de um Batalhão, como no caso do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas,onde os policiais são desaranchados e de uma hora para outra todo o efetivo passa a ser arranchado novamente, nessa realidade de hoje, com policiais lutando por um aumento significativo de salário, pela diminuição de extras, pelo fim do rancho, pela melhoria das condições de trabalho, o que leva uma unidade que já está toda organizada com a tropa recebendo sua etapa de rancho a andar na contra mão de tudo que está sendo feito, ou pelo menos tentando ser feito? Sei que para muitos policiais, como por exemplo oficiais superiores,os CMTs de unidades, alguns cento e setenta e poucos Reais no contra-cheque não fazem falta mas para a tropa que apesar de tão esquecida e desmotivada continua fazendo seu trabalho da melhor maneira possível, atitudes como essa mais parecem um banho de água fria, um total descaso e falta de consideração com pais e mães de família que incorporam essa gratificação no salário de cada mês. Isso mostra o quanto a ponta de linha, nós praças que estamos nas ruas, somos tratados como insignificantes cumpridores de ordens e nada mais.

Anônimo disse...

Caro Comandante Geral.
Tendo em vista o seu brilhante e entusiástico texto (sem deboche) gostaria de propor o seguinte.
Já que estamos compromissados com uma polícia cidadã neste início de século XXI, sintonizados com os anseios mundiais, vamos selecionar candidatos para oficiais que tenham o curso de Direito e os candidatos para soldado PM que tenham formação de nível superior em qualquer área. Neste ponto a Polícia Civil já está na frente.
Devo lembrá-lo que no Rio Grande do Sul o oficial deve ser bacharel em Direito, assim como em Goiás, no Distrito Federal e se não me engano no Mato Grosso do Sul disseram que também seguirão o modelo de seleção de candidatos de nível superior. Aumentando o limite de idade teremos pessoas mais maduras (experiência de vida e uma cultura geral mais abrangente) e isso é fundamental para pensarmos nos homens de ponta que atenderão os anseios da sociedade. Sei que para este ano não dá, mas porque não tentarmos uma mudança no Regulamento para que passe a vigorar esta mudança a partir de 2010. O concurso seria regido por uma grande banca organizadora, tais como CESPE, FCC, ESAF, etc..
Este site tem o edital para oficial da PMDF, muito razoável por sinal diminuiria o tempo de formação do oficial e economizaria custos.
http://www.cespe.unb.br/concursos/PMDFCFO2009/
Desde já, meus sinceros desejos, de um ótimo comando, e tenha certeza que as pessoas que "torcem contra" são graças a Deus uma minoria!
Força e Honra!
SI VIS PACEM PARABELLUM!

policial que tem esperanças disse...

Coronel Mário Sergio, peço a Deus que o ilumine, lhe dê muita paz, saúde,força, pois a sua tarefa será muito árdua. peço ao Sr. que não mude os critérios de promoção por tempo, diminua ó interstício, valorize os policiais de curso. Uma sugestão: ao invés de promover os policiais automáticamente quando os mesmos atingem o tempo previsto e depois confirmar divisa, os inscrevam por antiguidade no curso, só os promovam se tiverem média, assim, todos terão chances de se qualificarem para o melhor desempenho dos policiais na rua. Parabéns pelo curso à distância com provas presenciais, pois li em seu blog, você irá facitar a vida de muitos policiais honestos que dependem das promoções,pois é a única forma de aumento dada pelo governo.

Anônimo disse...

Cmt, faça o que o sr. idealizou,tranforme O GAM,mande-nos para o BOPE!Não se engane com os oficiais do GAM que só querem saber de gratificações.Queremos seriedade e ser tratados com igualdade e não meros serviçais de oficiais,que só se interessam por horinhas de voo(GRATIFICAÇÕES).Para eles tudo e para nós nada. NÃO AGUENTAMOS MAIS,O GAM NÃO AGUENTA MAIS! OBRIGADO. AEROCOP.

Anônimo disse...

De boas intenções o inferno esta cheio!

nega disse...

SR CMT GERAL, POR FAVOR TENHO UMA SUGESTÃO PARA QUE OS BATALHÕES DO INTERIOR E DA CAPITAL NAO PERCA SEU EFETIVO COM CURSOS DE CONFIRMAÇÕES DE DIVISAS, O SR FAÇA UMA TESTE MONTANDO UM CURSO A DISTANCIA PARA SGT E CB PARA QUE OS MESMO NAO SE DESLOQUEM DE SEUS BATALHOES DE ORIGEM ATE A CAPITAL

OAB/BANGU disse...

Talvez seja eu pessoa suspeita a fazer qualquer comentário a respeito do Coronel MARIO SERGIO BRITO DUARTE, mas para quem conviveu com aquele militar menino ainda, que sempre dizia:" VOU SER UM POLICIAL MILITAR" e estando ele nos quadros do nosso glorioso "EXÉRCITO BRASILEIRO". Considerava-se um grande guerreiro, em nossos treinamentos, sempre estava entre os primeiros e era o mais novo da nossa Tropa. Caro amigo, sinto-me honrando em ter sido seu colega, no curso que fizemos no exército, desego-lhe toda sorte do mundo e que vc consiga tudo aquilo que pretende a frente desta linda corporação, pois nosso povo precisa de ajuda e contamos com vc. Grande Abraço JULIO BITTENCOURT

OAB/BANGU disse...

Talvez seja eu pessoa suspeita a fazer qualquer comentário a respeito do Coronel MARIO SERGIO BRITO DUARTE, mas para quem conviveu com aquele militar menino ainda, que sempre dizia:" VOU SER UM POLICIAL MILITAR" e estando ele nos quadros do nosso glorioso "EXÉRCITO BRASILEIRO". Considerava-se um grande guerreiro, em nossos treinamentos, sempre estava entre os primeiros e era o mais novo da nossa Tropa. Caro amigo, sinto-me honrando em ter sido seu colega, no curso que fizemos no exército, desego-lhe toda sorte do mundo e que vc consiga tudo aquilo que pretende a frente desta linda corporação, pois nosso povo precisa de ajuda e contamos com vc. Grande Abraço JULIO BITTENCOURT

Cabo velho 56.000 disse...

Sr. Comandante, minha continência, sou Cabo PM, prestes a ser promovido a SGT por tempo de serviço, algumas injustiças foram cometidas e também meu dia a dia afim de sustentar minha familia me impediram de progredir mais cedo em minha carreira, mas em minha tragetória de 15 anos de caserna, constam em meus assentamentos, inumeros elogíos, moções e bons serviços prestados, mas atualmente só servem para satisfazer meu ego como proficional, pois os comandantes de BTL nem sempre observam tais registros. Gostaria de sugerir que, quando na movimentação do PPMM, constace em sua ficha disciplinar não só as suas trangressões, mas também seus bons serviços prestados, seria uma maneira do CMT do BTL ter a princípio,um melhor perfil do policial que está recebendo, gostaria que o Sr. analize esta sugestão de um Cabo velho 56.000, minha continência.

Anônimo disse...

Ricardo.

Comandante, a mais antiga FRESTA ANARQUICA, que os criminosos aproveitam para cometer crimes e matar policias ainda esta aberta.Pelo menos na minha unidade todos os policiais que morreram na folga foram justamente nesta tal FRESTA.

Para ser mais específico é o período que compreende do horário de 04:00am até 08:00am

Existe uma pesquisa feita por oficiais do Pará- médico que deveria ser incluída nas instruções dos policias. Essa pesquisa fala sobre mostes de policias,áreas onde elas mais acontecem, alguns relatos etc...

Assim quando um pólicial cruzasse estas áreas nestes horários problemáticos,dobraria sua atenção chegando ao ponto por exemplo de ser recomendado nem atendender celular .(apenas um exemplo que eu faço)

Minha unidade não é o Pará- Médico.

Anônimo disse...

Primeiramente queria Mandar um forte abraço e dizer que o senhor esta conseguindo fazer em 2 meses coisas que os CMTS não fizeram em 200 anos. sou o Rapaz que ja se comunicou com o senhor, o do antopométrico, sei que o senhor é uma pessoa digna, leal e não é injusto. porisso venho atraves desse comentario saber se o senhor pode fazer algo por mim sobre essa injustiça que fizeram a mim, já que o processo seletivo ainda está em andamento.se o senhor puder me passar o email do senhor, desde já agradeço. um forte abraço Thiago Silva email. ocarioca21@hotmail.com

Anônimo disse...

Ilustríssimo Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, é sabido que reais melhorias salariais, nós não teremos, mas acredito que com algumas medidas, que não gerarão altos gastos, poderia melhorar e muito a atual situação. Quanto à Gratificação de R$ 350,00 proposta pelo senhor aos policiais militares que estiverem aptos, achei inteligentíssima a ideia e seria um valor que após ser agregado ao Salário do policial militar, o traria muitos benefícios, não seria o ideal, mas muito o ajudaria. Quanto às medidas a que me referi, tenho em mente algumas que poderiam ser tomadas e trariam melhorias substanciais para toda a tropa:
(1) Fim do Rancho - Com o fim do Rancho, todos os policiais militares receberiam a ETAPA DE ALIMENTAÇÃO integral, que segundo fontes seguras, aproxima-se de R$ 320,00. Seria mais um valor a ser agregado ao Salário do Policial Militar;

(2) Extensão do RIOCARD para todos os Policiais Militares ou o pagamento de um valor pré-determinado que seria utilizado como Auxílio Transporte. Sugiro uns R$ 240,00;

(3) Possibilidade do policial militar "vender" suas Licenças Especiais (L.E.) para o Estado e continuar realizando o trabalho onde está previamente escalado. Hoje o Salário de um 3º Sargento PM está aproximadamente R$ 2.000,00, logo, um 3ºSGT PM receberia R$ 12.000,00 a cada L.E. vendida por ele ao Estado. Além de beneficiar o policial com uma "remuneração extra", ainda traria mais homens à rua, pois diminuiria o número daqueles que gozariam a referida licença;

(4) Pagamento de Horas Extras e o Serviço Extra remunerado. Nada mais justo do que pagar o trabalho realizado além da escala de serviço. Com o "pagamento extra", os policiais que se disponibilizassem, poderiam tirar um POG em suas segundas folgas e receberiam por isso, além de aumentar o efetivo atuando nas ruas da cidade. O Cálculo para o pagamento do Serviço Extra seria simples. Dividiria a remuneração do policial militar por 30 (dias do mês) e multiplicaria o valor por 1,5 (o que representaria os 50% a mais que são pagos por horas extras). Exemplo: Um policial militar que recebe R$ 1.800,00, receberia por cada dia de "Serviço Extra" R$ 90,00. Se o mesmo tirasse o serviço de POG nos 10 dias que estaria de segunda folga, o mesmo receberia por mês mais R$ 900,00, totalizando R$ 2.700,00 ! ! !

(5) Criar uma tabela remuneratória por Curso Realizado na PMERJ. Cada curso realizado com êxito, traria no IHP (INDENIZAÇÃO DE HABILITAÇÃO PROFISSIONAL) um percentual a mais. Exemplo: CFC = +10% - CFS = +20% - ETA = + 5% - COESP = +20%. Os valores poderiam variar de acordo com a complexidade e duração do curso. Traria maior interesse aos policiais militares em realizar cursos e consequentemente teríamos policiais militares mais bem qualificados.

Concordo com aqueles que dirão que estas medidas não trarão um Salário digno ao policial militar fluminense, mas creio que trariam melhorias substanciais a todos da Corporação. Exemplo: Um SD PM que recebe hoje R$ 900,00, passaria a perceber a Remuneração por estar apto, R$ 350,00. Caso este policial se disponibilizasse a realizar o serviço de POG em sua segunda folga, receberia R$ 450,00 por mês, com o Fim do Rancho e a percepção da ETAPA DE REMUNERAÇÃO Integral, ele receberia aproximadamente mais R$ 300,00, com o pagamento do RIOCARD ou Auxílio Transporte, mais R$ 240,00. Após todas estas medidas, um SD PM em início de carreira ganharia aproximadamente R$ 2.240,00 (Dois Mil duzentos e Quarenta Reais). Representaria um Reajuste de aproximadamente 250%.

ACREDITO QUE VALE A PENA ANALISAR ! ! !"

sgt paulo cesar disse...

COMANDANTE, o sr tá fazendo em 30 dias, o que os barbonos NÂO fizeram em 40 anos, porém está faltando falar dos nossos guerreiros, nossos REFORMADOS invalidos, como já dizia um cel. treme-terra, NOSSOS REF. TEM que ser tratados, Á PÃO DE LÓ, no meu caso após 26 anos, de conbate, dos quais, 11anos no (22°maré) finalmente, DUAS cirurgias na cervical, foi o FImmmmm

sgt paulo cesar disse...

COMANDANTE, o sr tá fazendo em 30 dias, o que os barbonos NÂO fizeram em 40 anos, porém está faltando falar dos nossos guerreiros, nossos REFORMADOS invalidos, como já dizia um cel. treme-terra, NOSSOS REF. TEM que ser tratados, Á PÃO DE LÓ, no meu caso após 26 anos, de conbate, dos quais, 11anos no (22°maré) finalmente, DUAS cirurgias na cervical, foi o FImmmmm

Mario disse...

Caro Comandante,

Não vejo a questão salarial tão grave assim, pois já somos o pior salário do Brasil e não será 5, 6, 7, 8% de aumento que vai mudar isto, ou alguém acredita que o Governador vai dar algo além disso ?!?

Acho que as condições de trabalho tem que melhorar e muito, leis que nos amparam quanto a carga horária e a hora extra são simplesmente ignoradas, RDPM arcaico e injusto com os Praças e benéfico para os Oficiais, a falta de Carta Patente para os Praças, pois para quem não sabe, PCERJ, DESIPE, todo mundo têm, menos o Praça que não sabe nem para o que serve, mas irei explicar: Ela simplesmente impede de teu comandante de expulsar da PMERJ, ficando ao cargo do Governador fazer isso. Por isso que não se vê Oficial indo para a rua toda hora.
Acautelamento da .40 e coletes balísticos, fim do rancho, celeridade nos CD, CRD, CJ, IPM, fim das viaturas baseadas, gratificação para quem está no policiamento ostensivo, dando o sangue e o suor para o povo fluminense, etc ...
Há muito mais coisa para se mudar na PMERJ do que só salário. Se conseguíssemos o FIM DO RANCHO, A GRATIFICAÇÃO POR ATIVIDADE OSTENSIVA, O RIO CARD PARA TODOS E EM DINHEIRO, UMA .40 E UM COLETE ACAUTELADOS, UMA ESCALA CONFORME MANDA A LEI, PAGAMENTO DE HORAS EXTRAS CONFORME MANDA A LEI, UM RDPM MAIS HUMANO E FIM DAS VIATURAS BASEADAS, já teríamos uma melhora nos vencimentos, mais segurança para trabalhar e para folgar, mais folgas e melhores condições de trabalho.
Ao meu ver, são coisas mais importantes até do que um aumento de 8% que não mudaria em nada a nossa penúria.

Anônimo disse...

ESSE É O GOVERNO DA GRATIFICAÇÃO
DA GRATIFICAÇÃO PARA O BOPE
DA GRATIFICAÇÃO PARA QUEM TRABALHA NAS OCUPAÇÕES
AGORA PARA OUTRO GRUPO, EXCLUINDO OS DEMAIS.
QUEM HOJE É IFP, FOI DEPOIS QUE ENTROU PARA PM, AFINAL TODOS PASSARAM POR EXAMES DE SAÚDES PARA ENTRAREM PARA A CORPORAÇÃO. FOI GRAÇAS A BRIOSA, QUE MUITOS ESTÃO PELA CARDIOLOGIA, ORTOPEDIA, NEUROLOGIA, PSIQUIATRIA, ETC.
AGORA NÃO É JUSTO ALEM DE SER IMORAL, ESSES HOMENS SEREM EXCLUÍDOS DESSA GRATIFICAÇÃO, ATÉ POR QUE ELES TEM UM GASTO A MAIS, OU SEJA, COM MEDICAMENTOS. SEM FALAR QUE HOJE MUITOS DELES SÃO RESPONSÁVEIS POR TODA PARTE ADMINISTRATIVA DE SUAS UNIDADES.
POR QUE TANTO DESCASO COM O PM QUE TRABALHA NO ADMINISTRATIVO, O QUE SERIA FEITO NA PM SEM ELES?
NÃO ESQUEÇAM SENHORES OFICIAIS, QUE MUITOS DE SEUS COLEGAS SÃO IFPS, ALEM DOS SENHORES NA GRANDE MAIORIA, TEREM APENAS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS. ENTÃO NÃO VAMOS CUSPIR PARA O ALTO.
TODOS SÃO IMPORTANTES PARA O BOM DESEMPENHO DE TODA INSTITUIÇÃO. SEJAM OFICIAIS, PRAÇAS, OU POLICIAIS ADMINISTRATIVOS (IFP) DE UM MODO GERAL.

CB Lorenzo disse...

Comandante, é uma tremenda covardia essa Gratificação apenas para os aptos, quem esta de IFP na maioria das vezes adquiriu os males em serviço, e seria uma injustiça com os inativos que estão sendo massacrados por muitos anos!!! Repense!!

Ben-Hur Neves disse...

Senhor Comandante, em nome de Jesus interceda e solucione a situação dos remanescentes do CFS 92, que há doze anos encontram-se na mesma graduação (2 SGT PM), produzindo uma aberração hierárquica, pois quem era 3 SGT de carreira há dez anos atrás, ou seja, subordinado à época, hoje já são 1 SGTs; Os subordinados agora são superiores; Na época supervisionávamos cabos que hoje são também 2 SGT PM; Os subordinados agora são pares.
Profissionalmente estamos arrasados, desesperançados, pois passam governos, passam comandos e nada acontece.
Estamos "engessados" nesta graduação; Impossibilitados por isso, de progredir na carreira.
Penso ser inconcebível em uma carreira de 30 anos, permanecer quase a metade em uma mesma graduação.
Por favor, Sr. Comandante, responda aos nossos anseios com justiça, não nos decepcione!
Que Jesus abençõe e ilumine seu comando.

Anônimo disse...

É quando o Senhor Comandnte Geral mandou publicar no boletim da pm baseado na constituição de 88, que todos são iguais, que as punições de oficias não seriam mais em boletins reservados isso seria justo , agora o policial que esta incapacitado devido um proplema de saúde e esta trabalhando internamente ele não é considerado igual perante a constituição, Veja bem um policial que esta trabalahndo na sala de rádio por exemplo exerce uma função primordial no deslocamento de viaturas para atender ocorrências e os que abastecem as viaturas sem gasolina não adianta o veiculo não anda.Espero que não colocaram esse comandante para ficar encima do muro de olho nos nossos votos, com tantas ideia novas sabendo que não há tempo hábil pra implementa-las . ninguém gosta de ficar doente vou ar outro exemplo um sub tenente de esta de ifp ele tira serviço de oficial de dia o mesmo que um apto e mais vamos parar de história. Sem falar nas promoções tem 2º sgt com 10 anos de cas e não é promovido esses caras já sofreram.

Anônimo disse...

Prezado Comandante,


Há 8 anos na Polícia Militar confesso que foi a primeira vez em que pude notar mudanças consideráveis na Instituição, a começar pelo RDPMERJ. Achei muito interessante o Senhor fundamentar a não necessidade do cumprimento restritivo de liberdade, exemplificando os caso de penas alternativas dos “malfeitores” da Lei. Mudanças na Corregedoria, na Relatoria, e competência em apreciar os procedimentos Administrativos Disciplinares, julgando-os com prudência e perspicácia. Parabéns por todas estas mudanças.

Entretanto, encontro-me muito insatisfeito com o Comando da Unidade em que sirvo, pois boatos tendenciosos andam soando pelo pátio do batalhão, dando conta de suposto envolvimento ilícito daquele comandante. Não querendo fazer julgamentos nem juízo de valor, é de se estranhar não mais existirem Operações nas comunidades da Vila Cruzeiro e Cidade Alta, assim como as demais comunidades. Entendo que o momento não é favorável mas, não podemos deixar do jeito que estar.

Assim, solicito vossa atenção no que diz respeito àquele Comando, para que não seja cometida nenhuma injustiça por nossa parte.

Um grande abraço... e força em sua jornada...

SD Goulart disse...

Sr. Comandante, em um ano e nove meses de polícia já acreditei e desacreditei nela muitas vezes, talvez por nunca sentir boa vontade de quem esteve no poder.
Uma das maiores decepções que tive foi quando me inscreví no último CAT (Curso de Ações Táticas) e fui impedido de continuar nas fazes eliminatórias, após passar em dois exames, por não ter cumprido o tempo mínimo de intertício de seis meses de um curso para outro, faltavam dois dias. Pelo menos foi esta orientação que recebí. Me pareceu, naquele momento, que a polícia não precisa do policial satisfeito e feliz por estar servindo à população do jeito que sempre sonhou.
Espero que com sua chegada possamos mudar esse "quadro" e fazer uma policia boa para todos, até para os policiais. Conte conosco nessa nova jornada de sua vida. Tenha uma boa vida.

cb grimalde... disse...

Sr. Cmt Geral, pedimos que mande retirar urgentemente toda a equipe atual de PTR do BPRV que cobre a RJ que liga a Rod. Pres. Dutra à Engenheiro Pedreira, muitas são as reclamações de desvios de conduta daqueles PPMM por parte dos motoristas que alí passam. Isto está provocando constrangimento aos Policiais do BTL da área (24ºbpm) Comprometendo a postura moral dos PPMM que trabalham no DPO e vem se esforçado para manter suas diretrizes fazendo jus a sua confiança e do próprio Cmt do BTL. Se possível troque todos, inclusive um sgt chamado Fabrício, salvo melhor juízo. Obrigado, sei que o objetivo do blog não é este, mas...

Chega de Baile Funk disse...

Bom Dia S.R Comandante Mario Sergio.

Venho informa que hoje vivenciei uma situação constrangedora.

Exatamente as 00:15 do dia 23/08/2009, a viatura blindada do 16º Batalhão de policia, passou na rua cinco rios, na cidade alta cordovil, em frente a quadra do Baile Funk, e nada foi feito, simplesmente fingiram que não virão as caixas de som!

Trata-se de um baile Funk ILEGAL, promovido pelos traficantes, o que está havendo?!

No mesmo momento, liguei para o 190 da PM relatando o fato, e me disseram que se trata de comunidade e nao geraria um número de protocolo, 12 min depois liguei novamente e relatei novamente o fato, e gerou o numero de protocolo (omitido).

S.R Comandante, nos moradores decentes, precisamos do fim desse baile funk, estão acabando como nossos jovens! prostituindo nossas meninas e viciando nossos filhos. Coisas horriveis acontecem nesse baile funk de traficante.

Ainda acredito na policia e tenho certeza que o S.r irá tomar providencias em relação a esse fato e acabará com esse baile funk ILEGAL aqui na cidade alta cordovil.

Atenciosamente: Amigo da Policia Militar, Celio.

Schoene Braga disse...

Boa noite.

Estava continuando" digamos a escrever meu livro quando decidi pesquisar sobre segurança publica, daí, me deparei com seu Blog.

Resumindo, concordo e discordo com muitas de suas palavras. Parece querer escrever com a alma porém a alma é "presa" pelo regime, pela Disciplina Militar.

Um trecho de suas palavras foi que deixou de "pensar...", não faça isto, porque, pensando pode-se chegar a um consenso verdadeiro de equidade, que na verdade não existe em nenhum âmbito.

Realmente todos falam da Policia (seja Militar ou Civil) e mal sabem da realidade, contudo, o importante não é a informação e sim a ação.

Não existe crime "organizado" muito menos "Corporação politicamente correta", existe sim, criminosos com maior poder de fogo e de pessoal e muitos policiais interessados em si mesmos (não todos).

Bom, não vou delongar nas palavras, acredito que a união faz a força, e, apesar de não estar completamente pronto pois meu site retornará em breve, entre no meu Blog: Lei sem ordem Schoene Braga.

Talvez, se quiser, poderemos trocar idéias pois, no meu caso, são 18 anos "vivenciando" os fatores da criminalidade.

Um abraço

Schoene Braga.

Schoene Braga disse...

Visite meu blog Lei sem Ordem Schoene Braga.

Li o seu, concordei com muitas questões levantadas, porém, discordei de outras.

Parece-me que sente na alma e quer escrever com a alma, contudo, é limitado pelo regime militar.

Concordo que muitos falam sem conhecer a realidade, mas, não basta a informação e sim a ação.

Assim como inexiste crime organizado também inexiste policia politicamente correta. É delicado, uma "faca de dois gumes"

Estou terminando de escrever meu livro e não tenho restrições e limites.

"Vivencio" há quase 18 anos na criminalidade e conheço a Corporação assim como o Judiciário.

Bom, sem delongas, se quiser acredito que temos idéias a trocar em prol da sociedade.

Meu blog não está completo, porém, compreenderá.

Schoene Braga.

Anônimo disse...

Sr. Comandante Geral
Gostaria de convida-lo a almoçar com os praças do 4° BPM ( São Cristovão ). Talvez assim o Sr. veja a realidade que nós enfrentamos e somos obrigados a enfrentar , pois com o nosso miserável salário não temos nem a condição de poder bancar um PF no seu "Manel".
Somos tratados sem a menor dignidade, somos trapos , lixo ou porcos , pois o que nos servem é uma verdadeira lavagem. Não existem nem mesmo , garfos e facas suficiente para o menor efetivo, sem contar nos pratos que já são colocados sujos para nos servir.
Pense nisso , para que possamos ao menos termos sustento para nos mantermos aqui durante o expediente,que ainda foi aumentado nessa sua nova empreitada como CMT.Geral, nos ferrando ainda mais.
Ass. Um policial militar que está morrendo de desgosto com essa tropa.

escobar disse...

Nobre Comandante o que falta a PMERJ ? Digo de todo coração, até o momento que o policial não puder sair de sua residência sem se questionar de todas as mazelas que o Estado comete sobre seu servidor fidedigno nada será mudado.O policial é ser humano embora a sociedade acredite que nós sejamos de outro mundo.Tenhamos força sobrehumana e todos os meios possíveis de combater o mal(não digo só a violência em sua forma mais clara,temos que ser médicos, terapeutas ocupacionais e as vezes até borracheiros,SERVIR E PROTEGER ao meu ver não é tudo isto )fica claro o descaso do Governo com a segurança pública. Após responder questionamentos nada sutís quanto a segurança no País (questionamento do MP-gestão do PRONASCI). Vejo, que embora claro o descontentamento coletivo, a vontade política para mudar não está com sua maior força .Há lampejos de iluminação política que logo são apagados quando se deparam com tamanha burocracia em fazer algo melhor aos servidores que dão sua vida LITERALMENTE EM PROL DA SOCIEDADE .
Fica a indignação deste cabo pm do GEPECPB/RJ que por mais que queira acreditar não vê uma luz no fim do túnel.

solraioluz disse...

Cel.Mário Sérgio, foi com uma enorme alegria que soube de sua nomeação para o cargo de Comandante Geral da corporação! É também emocionante ter podido acompanhar sua evolução como policial militar mas principalmente como ser humano!
O Tenente que conheci e algumas vezes tratei no 12º Batalhão, que teve momentos conturbados soube dar a volta por cima e transformar-se num ser humano de primeira que, dia-à-dia tenta contribuir para um mundo melhor.
Sinto-me orgulhosa em conhecê-lo e saber que são sinceras todas estas palavras aqui postadas assim como as ações já iniciadas, principalmente na valorização dos bons policiais militares existentes na corporação, que são a maioria.
Espero que você consiga levar adiante suas proposições,principalmente a do diálogo, mas lembre-se que isso muitas vezes incomoda os poderosos...
Conte comigo no que precisar, como sempre...
Pena não poder lhe falar ao "vivo e a cores", não tenho conseguido nem por telefone!!
Muita LUZ e PAZ em mais esta jornada.
Da amiga, também servidora desta corporação,
Gizella Bourlier

Vieira disse...

Cel Mario Cergio, quando estivemos na 2ª CIA / 12º BPM aprendi a respeita-lo não somente como Oficial mas como pessoa humana, fiquei feliz em ve-lo na posse do Conselho Comunitário de Segurança, que faço parte com muito orgulho, e neste momento peço a Deus que possa iluminá-lo nesta nova etapa de sua vida, no Comando, e saiba que sempre estarei torcendo pela sua vitória, que Deus o abençoe.
SGT Vieira

Anônimo disse...

Caro CMDTE, Estamos indo pro 3º mês de festa (baile-funk) na RUA nabuco de freitas... é até agora nada ! o que devemos fazer !?

Grupo Grande Tijuca disse...

Comandante, somos um grupo de moradores da grande Tijuca e estamos particularmente interessados que seu trabalho seja muito bem sucedido. Adicionamos seu blog em nossa página também, espero que não se oponha.Boa sorte!!http://grupograndetijuca.blogspot.com/

Sônia Andarilha disse...

Prezado Comandante, durante toda a minha vida tenho perseguido incensantemente dois pontos, que considero fundamentais para que o ser humano seja íntegro, correto, decente, digno: a justiça e a coerência. Há alguns dias, queixei-me do comportamento se um cabo. Hoje, quero elogiar o Cabo Batista, que presta serviço no Fórum (novo) de S. Gonçalo, atendendo a todos com simpatia, educação e, sobretudo, muita paciência. Gostaria também de agradecer a presteza com que uma viatura chegou à minha casa no último dia 20, quando minha filha de criação, de 20 anos, e minha neta, de 11 anos, foram assaltadas à mão armada no portão de minha casa, por volta das 13h10m. Infelizmente, o nervosismo tomou conta de mim e não anotei o nome dos policiais, mas eles as acompanharam, juntamente com minha outra filha (a mãe da criança) até a 73ªDP, onde o atendimento deixou muito a desejar (mas sei que aí já não é de sua alçada). Moro no Patronato/ S. Gonçalo,´e posso lhe afirmar que estamos entregues às baratas, aos ratos e aos meliantes. A Praça dos Excombatentes é local de tráfico à luz do dia e de prática de atos obscenos. Os alunos da escola estadual que existe bem em frente à praça, e os que têm que passar por ali à caminho de suas escolas, além das moradoras do bairro, que precisam esperar condução naquele local passam por situações extremamente constrangedoras de atentado ao pudor.Os assaltos tornaram-se rotineiros, tanto na praça como na R. Jaime Figueiredo, também conhecida como "rua da caminhada". Estamos acuados entre dois pontos perigosos: a Favela do Feijão e o morro da Jaqueira. Será que pedir policiamento para nosso bairro é demais? É óbvio que sei das dificuldades que o CG da PMERJ enfrenta, como a insuficiência do efetivo, mas, por favor, olhe um pouquinho para nós, presenteie-nos com uma ronda, deixe dois policiais na praça, sei lá o que pode ser feito, mas sei que ALGUMA coisa precisa ser feita, e com urgência. Continuo desejando-lhe toda a sorte do mundo e a proteção de Deus, imprescindível para o seu sucesso nesta árdua empreitada. Boa sorte!

Sonia Andarilha disse...

Prezado Comandante, durante toda a minha vida tenho perseguido incensantemente dois pontos, que considero fundamentais para que o ser humano seja íntegro, correto, decente, digno: a justiça e a coerência. Há alguns dias, queixei-me do comportamento se um cabo. Hoje, quero elogiar o Cabo Batista, que presta serviço no Fórum (novo) de S. Gonçalo, atendendo a todos com simpatia, educação e, sobretudo, muita paciência. Gostaria também de agradecer a presteza com que uma viatura chegou à minha casa no último dia 20, quando minha filha de criação, de 20 anos, e minha neta, de 11 anos, foram assaltadas à mão armada no portão de minha casa, por volta das 13h10m. Infelizmente, o nervosismo tomou conta de mim e não anotei o nome dos policiais, mas eles as acompanharam, juntamente com minha outra filha (a mãe da criança) até a 73ªDP, onde o atendimento deixou muito a desejar (mas sei que aí já não é de sua alçada). Moro no Patronato/ S. Gonçalo,´e posso lhe afirmar que estamos entregues às baratas, aos ratos e aos meliantes. A Praça dos Excombatentes é local de tráfico à luz do dia e de prática de atos obscenos. Os alunos da escola estadual que existe bem em frente à praça, e os que têm que passar por ali à caminho de suas escolas, além das moradoras do bairro, que precisam esperar condução naquele local passam por situações extremamente constrangedoras de atentado ao pudor.Os assaltos tornaram-se rotineiros, tanto na praça como na R. Jaime Figueiredo, também conhecida como "rua da caminhada". Estamos acuados entre dois pontos perigosos: a Favela do Feijão e o morro da Jaqueira. Será que pedir policiamento para nosso bairro é demais? É óbvio que sei das dificuldades que o CG da PMERJ enfrenta, como a insuficiência do efetivo, mas, por favor, olhe um pouquinho para nós, presenteie-nos com uma ronda, deixe dois policiais na praça, sei lá o que pode ser feito, mas sei que ALGUMA coisa precisa ser feita, e com urgência. Continuo desejando-lhe toda a sorte do mundo e a proteção de Deus, imprescindível para o seu sucesso nesta árdua empreitada. Boa sorte!

Cássia Assessu disse...

CLASSIFICADOS

Procura-se casa:
� com janelas enormes por onde o Sol nunca se ponha a dormir no horizonte;
de portas bem largas e abertas
escancaradas para a Lua a brilhar constante no firmamento;
sem grades a esquartejar os ventos que passam,
trazendo sementes de alegria;
com muros altos de buganvílias a enfeitar, com suas cores,
os limites que só existem nos lados que se transformam em nós cegos.
Uma casa sem medo de ser invadida.

Precisa-se de uma casa, cujas paredes sejam feitas de abraços,
mistura de cimento de carinhos e tijolos de afeição.
Uma casa com pisos de madeira perfumada,
lembrando aromas de flores e campos transformados.
Uma casa com escadas que conduzam a um sótão de sonhos armazenados.
Procura-se uma casa ampla com espaços para acomodar
o desejo de viver na tranqüilidade, no sossego.
Uma casa pintada de branco com nuances de paz
e raios de luz por todos os cantos.
É imprescindível que possua claridade transparente.
Uma casa com amores-perfeitos plantados no jardim
e gerânios, ao redor dela, acariciando as pedras dos seus alicerces.
Algumas roseiras são indispensáveis.
Além do mais, necessário é que exista um banco com nomes gravados
a canivete com juras de eternidade.
E, que junto a esse banco,
haja uma árvore com galhos cheios de ninhos de pássaros.
O entardecer requer gorjeios melodiosos
e a manhã exige o despertar sonoro de aves várias.
Procura-se uma casa que tenha, em seu interior mais secreto,
uma lareira constantemente aquecendo o inverno e,
no teto, uma clarabóia imensa
por onde se possa ver as estrelas nas noites de verão.
Mas só se fecha negócio se houver um quintal, nos fundos da moradia,
com tesouros escondidos de infâncias múltiplas e antigas que,
ainda, ninguém descobriu.
Precisa-se de uma casa de memórias guardadas
porque é urgente desenterrar lembranças.
O tempo passa veloz e quer levar consigo histórias para contar.
Preciso escreve-las!

P.S - Leiam de novo o anúncio de classificados com atenção, por favor.
De repente, me dei conta de que procuro uma casa com alma
como se fosse alguém,
como se fosse gente.....

Que todos encontrem na profissão essa casa.

wagner luís disse...

Sr. comandate, participei da reunião dos representantes de classes, no caso representei os soldados do 13º BPM e propus que cabos e soldados possam ser avaliados por pontos, assim como oficiais e sargentos, assim haverá chance de tais praças poderem ser promovidos por merecimento em decorrência de várias prisões, sendo bom para o policial e melhor ainda para a sociedade, pois teremos policiais interessados em realizar um ótimo serviço.
Venho aqui propor algo que pode (e vai, se aprovada)mudar a formação do soldado no CFAP; dificilmente a faxina vai ser totalmente terceirizada por falta de dinheiro, por isso que tal se fosse deslocado um policial IFP de cada batalhão para o CFAP afim de tais policiais atuarem SOMENTE no FLANDU (nada desses policiais serem deslocados para a guarda do CFAP), assim os futuros alunos do CFSD poderam usufruir em tempo integral de aulas e treinamento para uma melhor formação, tendo em vista que 1/5 da atual formação é destinada ao FLANDU (sim porque uma vez na semana o aluno do CFSD não estuda, não treina fisicamente, somente faz o FLANDU), ratificando a idéia: 1 policial IFP de cada BPM para o flandu no CFAP e nenhum aluno no FLANDU.
Obrigado pela atenção.

SGT 14BPM disse...

Boa tarde CmtGeral, com todo o meu respeito, quero pro meio desta solicitar o meu RIOCARD de direito, pois já vai fazer 02 anos e nós do 14ºBPM, NÃO recebeu ainda, e quero também manifestar sobre a nossa academia de musculação que aparece no site do 14bpm, como inaugurada e não têm nada lá somente uma esteira velha, quem comeu esse dinheiro, o comandante antido CEL DA SILVA, ou o novo TEN CEL MACEDO??? EU acho melhor o senhor CG abrir uma auditoria para saber...obrigado pela atenção!!!

Anônimo disse...

Sr CMT estamos com esperanças que nossa corporaçao melhore. Inicie as mudanças, pois ate o momento estamos apenas com as promessas. O fim do rancho, recebendo o destacamento integral seria uma bom inicio. Não deixe cair no esquecimento o acaltelamento da 40, pois quando apreendem uma arma paricular, que foi usada de folga mas para prestar serviço policial, demora e muito para ser liberada. Obrigado>

MÁRIO SÉRGIO "CAVEIRA' disse...

CAROS "AMIGOS",

ME ARREPENDO PROFUNDAMENTE DE FAZER PARTE DESTA CORPORAÇÃO. ENTRA E SAI COMANDANTES E NÃO VEJO NENHUMA MELHORA SIGNIFICATIVA PARA SEUS INTEGRANTES.

CORONEL, POR QUE O RANCHO AINDA NÃO ACABOU ? POR QUE AS ESCALAS DE SERVIÇO AINDA NÃO SE ADEQUARAM À LEGISLAÇÃO TRABALHISTA ?

POR QUE TREZENTOS POLICIAIS FORAM MOVIMENTADOS PARA O EMG E EMPREGADOS NO SERVÇO À PÉ ? INCLUSIVE, POLICIAIS COM MAIS DE 28 ANOS DE SERVIÇOS... POR QUE O SENHOR ESTÁ FAZENDO ISTO CONOSCO ? O SENHOR ACHA QUE ESTAMOS SATISFEITOS ? ESTAMOS ESCALADOS DE TERÇA À SÁBADO. E AS NOSSAS FAMÍLIAS ? OS MEUS FILHOS NÃO TÊM DIREITO DE PASSAR PELO MENOS UM FINAL DE SEMANA COMIGO ?

QUE EMPRESA É ESSA QUE ESTÁ MASSACRANDO SEUS PRÓPRIOS FUNCIONÁRIOS ? NÃO RECLAMO DA MOVIMENTÃÇÃO MAS, POR QUE O SENHOR NÃO NOS CLASSIFICA NESTAS UNIDADES QUE ESTAMOS À DISPOSIÇÃO ?

NÃO ESTAMOS ARRANCHADOS, MAS TAMBÉM NÃO ESTAMOS RECEBENDO A ETAPA DE DESARRANCHAMENTO...

NÃO QUERIA ACREDITAR QUE O SENHOR É APENAS MAIS UM DESEJANDO INCORPORAR A MAIS NOVA GRATIFICAÇÃO DE COMANDO GERAL. CREIO QUE O POLICIAMENTO DEVE SER REFORÇADO, MAS, DESTA MANEIRA, E MAL PLANEJADO COMO ESTÁ SOMENTE CONSEGUIRÁ REUNIR DEZENAS DE POLICIAIS DESMOTIVADOS...

Anônimo disse...

UMA CORPORAÇÃO REPLETA DE ANTAGONISMOS. DE UM LADO A PROMOÇÃO À CABO COM OITO ANOS DE SERVIÇOS PRESTADOS; DE OUTRO, O CAPITÃO QUE É PROMOVIDO COM APENAS 05 (CINCO) ANOS DE FORMADO.

PODEMOS ACREDITAR EM EQUIDADE ENTRE OFICIAIS E PRAÇAS ?

QUE CURSO SUPERIOR É ESTE QUE SOMENTE TEVE SEU RECONHECIMENTO APENAS 10 ANOS ? E OS DEMAIS POLICIAIS QUE POSSUEM FORMAÇÃO SUPERIOR ? E OS PROFESSORES DO COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR, PODEM CONTINUAR SENDO EMPREGADOS EM SERVIÇOS EXTRAORDINÁRIOS ?

POR QUE O SENHOR NÃO VALORIZA O QUE TEM ? NÃO PODEMOS EMPREGAR OS POLICIAIS MILITARES COM CURSO SUPERIOR SEM CRITÉRIOS ÉTICOS E PROFISSIONAIS...

OS FISIOTERAPEUTAS, OS ENFERMEIROS, OS PSICÓLOGOS, OS PROFESSORES, OS VETERINÁRIO, NÃO PODEM SER EMPREGADOS INDISCRIMINADAMENTE SEM CRITÉRIOS JUSTIFICÁVEIS.

CABE RESSALTAR QUE O SENHOR, COMANDANTE GERAL, VEM CONVOCANDO PUBLICAMENTE EM BOL PM POLICIAIS MILITARES GRADUADOS EM PEDAGOGIA. É INTERESSANTE QUE A POLÍCIA MILITAR NÃO CONTRIBUI EM NADA PARA A FORMAÇÃO SUPERIOR DE SEUS INTEGRANTES, MAS, QUE SOLICITA AOS INTERESSADOS SERVIREM EM DETERMINADAS UNIDADES COM A CARÊNCIA DE CERTOS PROFISSIONAIS. ENTÃO,POR QUE O SENHOR NÃO OS VALORIZA ?

COMO POSSO ESTUDAR DESEMPENHANDO UM SERVIÇO DE POG À NOITE ? O DESEJO DO SENHOR É REALMENTE VALORIZAR OS POLICIAIS QUE ESTUDAM ? É MELHOR PARA A PMERJ E SOCIEDADE FLUMINENSE POLICIAIS MILITARES COM FORMAÇÃO SUPERIOR DO QUE "CABOS" PROMOVIDOS COM APENAS DOIS ANOS DE SERVIÇO. ISTO PORQUE, TODOS SABEM, UM CFC NÃO QUALIFICA POLICIAL ALGUM...

CORONEL, VAMOS VALORIZAR OS BONS POLICIAIS PROFISSIONAIS QUE AINDA TEMOS, POIS, NO ÚLTIMO BOLETIM, TRÊS POLICIAIS MILITARES FOI NOMEADOS PARA O CARGO DE AGENTE DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL. OU O SENHOR VALORIZA OS QUE TEM, OU, CRESCENTEMENTE AUMENTARÁ AS PARTICIPAÇÕES DESTES POLICIAIS EM CONCURSOS PÚBLICOS... SE É QUE O SENHOR ESTÁ PREOCUPADO COM ISSO...

ABRAÇOS E SORTE EM SUA NOVA JORNADA

Chega de Baile Funk disse...

Desde os anos 80, quando nós cariocas mostramos que não sabemos votar e votamos no pilantra Leonel Brizola, que nós estamos entregues as vontades e desejos do "povão", na verdade, a vontade dos bandidos eles é que mandam.

O Brizola, para construir a linha Vermelha fez vários churrascos para os traficantes da Maré, antes desse acordo havia sempre tiroteios nos locais das obras, bom, Linha Vermelha pronta, mais um prato feito para ação dos marginais, têm sempre carro sendo roubado no local.

Quem viveu no Rio sabe que no período do Brizola a polícia não podia subir as favelas sem prévia autorização da justiça e quando conseguia autorização e a polícia subia não encontrava nada, o maior resultado desse humanismo brizolista foi a organização dos comandos nas favelas, fortalecimento das forças marginais com armamentos de ponta e aumento sem controle da criminalidade e em resposta a sociedade, tivemos, o sucateamento dos materiais de trabalho dos policiais, como armas e viaturas, perda do poder dos salários dos agentes de segurança e a redução do respeito da sociedade a força policial, mas a polícia deu uma resposta, prendeu a Neuzinha Brizola lotada de maconha e a mesma foi defendida de S.r Nilo Bapista, que sempre foi u puxa saco do Brizola.

Pronto, a zona estava instaurado no Rio! Os anos se passaram e a sociedade não teve mais os seus direitos respeitados, começaram os homicídios em escala industrial, latrocínio, seqüestros e o tráfico tomou conta de vez, esses mesmos bandidos são tratos com Direitos Humanos quando presos.

O Funk, sempre foi o ritmo musical desta corja, sem foi o ritmo dos bandidos, mas os anos se passaram e a sociedade continuou se omitindo e fingindo que nada estava acontecendo, colocaram até funk em novela, com música de uma outra viciada em drogas, Tati Quebra Barraco, o tempo passou e mais uma vez mostramos que não sabemos votar e elegemos o Sérgio Cabral e outros deputados duvidosos, deu no que deu, os bandidos que antes ficavam nos morros e só desciam para roubar e matar, agora vão ter um bailão no Palácio Guanarabara, com segurança da própria PM, que estava combatendo esta cultura marginal, só nos resta saber se vai ter promoção na venda da maconha, cocaína e bebidas alcoólicas para a molecada e locais específicos para que eles possam fazer os trenzinhos em que mais de 10 moleques comem a garotinha que fica na frente, muitas meninas não sabem que são os pais dos seus filhos e isso é fato e a secretaria municipal de saúde tem total conhecimento disso.

Parabéns ao povo carioca por mais uma derrota do bem estar social para o banditismo, parabéns aos pilantras Rômulo Costa, Dj. Marlbora e corja de políticos sujos como Sérgio Cabral, Wagner Montes e outros que fingem lutar pelo interesse da sociedade mas, na verdade são alunos do Brizola, querem é garantir votos de quem exige pouco. Quem tiver condições, é melhor deixar o Brasil antes que exploda.

leite disse...

comandante, o exemplo dessa policia nós temos aqui na comunidade do batam, onde seus policiais estão honrando a pm
e assim mostrando a todos os moradores deste sofrido lugar como deva ser uma policia cidadã.
meus sinceros votos de felicidade, e muito sucesso.

Anônimo disse...

Gostaria de poder dizer boa noite ou bom dia a todos, mas o receio (não digo o medo, pois o medo é pros fracos, o sábio tem receio) de ser identificado é grande, pois a covardia é paciente, tenho certeza q não será o senhor, mas um dia podem usar meus comentários contra minha pessoa, mas do jeito que está não dá. Tudo começa nos exames pra entrar pra corporação, pegam "garotos", pra não dizer crianças, que moram no interior e os obrigam a estar as 6 da manhã em algum ponto do rio, sem nem indicar um ponto de orientação nem nada, falta um pouco de planejamento prévio, falta um mínimo de inteligencia. a turma q cuida dos exames, parecem umas "galinhas" acuadas por uma "rapoza", as galinhas ficam se sentindo seguras no interior do "impenetrável galinheiro" e quando a "rapoza" lhes faz uma surpresa, ficam sem saber oq fazer, então a rapoza por pura maldade, aponta o dedo entre os olhos de uma galinha e diz: vou pegar voce. essa galinha entra em panico e frenezi e começa a correr feito uma louca. Então a rapoza aponta pra outra e faz a mesma coisa, se divertindo com o sofrimento alheio, escolhe uma galinha ao acaso e a leva, as q sobram suspiram aliviadas dizendo: graças a Deus não foi comigo. o problema é q não é assim só no CFAP, está em toda a corporação, parece (prefiro não acreditar nisso) q alguem está lucrando com essa bagunça toda. ainda tem a turma do edital de 2006/2007 q mora no interior e está amargando na capital, não pense q o serviço do interior é melhor, tem batalhão q não tem como ter uma escala diferente do 48 X 96, é ótimo ficar em casa por 4 dias, mas é salgado trabalhar por 2 dias sem descanço, mas o pior de tudo isso é ter q se humilhar no guichê da empresa de ônibus pra conseguir uma cortezia pra ir trabalhar e ainda ter q c trocar dentro do banheirodo ônibus, pois bancar sozinho e fardado até o centro do rio é no mínimo loucura, o RIOCard foi pro espaço pelo que andam comentando, mas pra não perder o fio do pensamento eu digo: lugar de caipira é na roça. o serviço no interior não é facil, mas pelo menos está perto de casa, melhor passar aperto perto de casa, do q ponge, em uma terra desconhecida. mostrar serviço ao governador (pra mim é uma marginal) apenas om tiro, porrada e bomba é no mínimo idiotice, tenha pelo menos um pouco de planejamento, se bem q pro governador, tanto faz, mas pelo menos a tropa não vai ser tão castigada, já basata o salário de fome, ainda termos q conviver com a falta de organização, é muito ruim. tenha um bom dia e fique na paz Deus e no amor de Jesus (pelo menos isso).

Anônimo disse...

mais um retorno no anonimato, não por medo, mas por puro receio. quando tenho que passar em frente ao QG, vejo aquela banca de jornal com a foto do presidente do sindicato (ou seja lá qual nome ele deu pra isso) e leio a frase: em defesa do praça. me embrulha o estomago, pois um sindicato q não faz nada, apenas fica posando de bom moço pra foto de jornalzinho q quase ninguem lê, só tem uma boa saída, porque o sindicato deve pegar uns 10.000 exemplares, distribuir e deixar o resto apodrecer ou virar rascunho, enquanto isso na bahia, os PPMM de lá, que ganham R$1.600, fizeram grave pois não quiseram esperar a PEC 300 sair. vendo a notícia no jornal, meu pai me perguntou de quanto era meu "bruto", ao saber, meu pai deu uma gargalhada na minha cara e disse: lá eles ganham o dobro q vc e fizeram grave, era pra vc criar vergonha na cara e arrumar um emprego q pague melhor. enquanto isso, o presidente do sindicato parece q está morto, ou pelo menos sabe fingir muito bem, pois passetas e manifestações são organizadas e o sindicato não ajuda nem na divulgação, não estou aqui incitando ninguem a greve ou a entopir delegacias com ocorrencias fubazentas, pois os desunidos da PCERJ, podem se recuzar a proceguir com a ocorrencia, e nós os PPMM, ficariamos com cara de otário tendo q deixar o "meliante" ir embora numa boa. pelo menos poderiamos usar uma tarja preta no braço esquerdo (ou direito) em sinal de dasaprovação contra a nossa realidade, mas nem isso o sindicato sabe fazer. parabens ao comandante, ao governador e ao sindicato, pois com uma classe desunida, é mais facil impor desmandos, seja do CMTG, seja do governador!!! fiquem na paz de Deus e com o amor de Jesus!

Anônimo disse...

Sr CMT, desculpe se o que venho pedir não diz respeito ao tema aqui descutido. Esta foi a forma de expressar o que penso e lhe pedir um favor. Acabei de ler no jornal que um cabo da pm, de folga fazendo segurança,matou um policial do bope. Com certeza um erro irreparavel, mais isso infelizmente e o resultado da nossa policia, onde se trabalha muito e para podermos viver melhor, fazemos o famoso bico. Esse cabo que cometeu esse erro, deve estar sendo crussificado. Não se esqueça deste policial, pois neste momento ele deve estar necessitando de ajuda.
Sem querer comparar, mais infelizmente fui testemunha de um erro parrecido. Estavamos no CEFAP tendo uma palestra com um Sgt do Bope, onde no meio desta palestra o Sgt efetuou dez disparos com a pistola 40 em direção ao alvo e sem qualquer justificativa ele se virou e efetuou o ultimo disparo em nossa direção. Resultado o Sgt lotado no 11 bpm foi alvo de um tiro no peito, vindo a morrer dentro do CEFAP. Não estou expondo isso com intuido de diminuir o erro de ninguém, mais infelizmente somos vitimas de nosso proprio despreparo. Vou voltar de ferias e tenho que fazer um curso obrigatório no Bope, e digo com toda a certeza, somos todos iguais e nem sempre os que parecem mais bem preparados detem este preparo. Todos cometemos erros, por favor nao deixe esse Policial ser mais prejudicado. Espero que o Sr. leia e que possa ajudar esse colega. Que Deus continue a te iluminar.

André Augusto Lisboa disse...

Trabalhei com o Sr no 7º BPM, no patamo agradeço a experiência a mim passada que em muito contribuiu na formação de meu carater, sempre foi um oficial justo com todos seus comandados e nos ajudando e protegendo como um grande amigo, tenho certeza que em muito ajudara nossa corporação, vai fazer história como assim o fez o General Cerqueira ( Carinhosamente chamado PENA VERDE)

Cel Lyrio disse...

Caro Cmt G. Aproveito este espaço para parabenizá-lo pela nobre iniciativa de humanizar o RDPM.Tenho plena certeza de que a qualidade dos serviços prestados pelos nossos bravos heróis da sociedade dará um salto significativo. Por onde passei, nos meus 33 anos de serviço, sempre apostei tudo no tratamento digno e respeitoso para com os meus subordinados. Agora vejo com muita alegria que o meu ideal tornou-se realidade institucional. Muitos humanos superiores não se davam conta de que o SD é um subordinado humano e precisa de tratamento digno para desenvolver o sentimento de respeito e apreço à socidade,atributo indispensável para a realização de tão nobre missão. Que Deus continue iluminando o seu Cmdo.

Anônimo disse...

O Comandante do 3º BPM, Unidade que encontro-me à disposição, declarou que não dará férias aos policiais que se encontram no calendário.

Além disso, nós, que estamos no serviço de POG, estamos tranalhando de 16 às 22 horas, entretanto, não estamos arranchados nesse Unidade.

Quando a possibilidade de desarrancho, disseram que seria uma utopia.

Tive o prazer de trabalhar com o Sr. no 22º BPM, e apesar de todas as dificuldades que enfrentamos, não vi TRÊS policiais militares morrerem em menos de uma semana. Primeiro, antigos sargentos seguranças do presidadente da CEDAE, segundo, um Cabo do próprio 3º BPM.

Comandante, aquela unidade passa por dificuldades, mas, se o policiamento fosse melhor distibuido certamente poderíamos ter evitado aquelas mortes.

Quanto aos coletes balísticos, vá o Sr pessoalmente ao 3º BPM e verifique que os policiais que se encontram à disposição estão saindo às ruas sem o colete balístico, apesar de a RUMB possuir coletes. Lá em Maré 3 os coletes são "demarcados" para cada policial, contudo, quando estes estão de folga, seus coletes também ficam de folga.

Verifique tais informações pessoalmente.

Confio no senhor, e para ratificar o que eu digo, gostaria muito que o Sr publicasse este post.


Um forte Abraço,

Cb

Anônimo disse...

Caro comandante, entendo tudo que escreveu e concordo com muita coisa! Mas acredito que se um candidato nao pode se ver subtenente, acredito que um candidato tmb nao possa se ver coronel. Porque nao acabar com as promoçoes de oficiais por tempo e faze-las atraves de provas tecnicas referentes ao cargo que irao assumir? Porque nao especializar os policiais de maneira igual as forças armadas? Só assim acabaria com essa sacanagem de oficiais ficarem transferindo policiais para lugares horriveis mudando toda estrutura da familia do profissional, as vezes por rixa entre oficiais e praças dentro de um batalhao. Acredito que se o policial for especializdo ele sera sempre transferido para um setor que ele domina e entao ficará satisfeito pois sabera fazer seu dever e poderá ser cobrado por isso. Mas do jeito que ta, os oficiais descontrolados fazendo coisas pelas costas dos comandantes, esta uma situação critica que ate nós praças estamos ficando de boca aberta com as atitudes desses, cada vez mais levianas e corruptas. Muito obrigado por ter postado seus sentimentos e eu aqui deixei os meus. Acredito que nao quebrei a hierarquia e tao pouco lhe desrespeite, apenas usei um meuio de comunicação para expor problemas que as vezes o senhor nao vê.

Marilene Cardozo disse...

Caríssimo Coronel Mário Sérgio:
Quero parabenizá-lo, por sua postura de total lisura e transparência, ante os últimos acontecimentos nesse nosso maravilhoso Estado do Rio de Janeiro.
Penso que posturas como a do senhor, contribuirão para que a população e a própria corporação, compreendam o quanto é possível acreditar na mudança.
Particularmente, acho que existem policiais que compartilham de sua visão detrabalho, onde, embora competente, a tropa não necessáriamente, tenha que portar-se de maneira truculenta, e desrespeitosa, no que tange aos direitos humanos.
Penso ainda, que a transparência das ações policiais sempre irão inibir as más ações dos que eventualmente, se perceberem tentados a desviarem-se dos objetivos maravilhosos que norteiam esta maravilhosa corporação.
Há que se investir na corporação no que tange à valorização desses homens e mulheres, que representam o Estado. Há que se possibilitar um melhor acesso à saúde destes, e de seus familiares, bem como, uma melhor assistência psicossocial.
Penso que, desta forma, teremos uma policia cada vez mais próxima da população.Vide esta maravilhosa experiência que é o “Projeto Policia Pacificadora”.
Parabéns caro Coronel, sua gestão, é um marco, um verdadeiro divisor de águas, na Policia Militar do Estado do RJ!

Anônimo disse...

Comandante, é uma satisfação entrar em contato com o senhor, pena que o motivo não seja muito bom... Sou aluno da PM no curso II/08, e tenho tentado não me aconselhar com meus receios... Mas existe uma situação que está me deixando incômodo... Os alunos da polícia do interior do estado assim que formados estão indo todos para as UPP's, não que eu esteja me esquivando da responsabilidade de ser um profissional da segurança pública, muito pelo contrário, eu já fiz planos, estudei, passei em uma boa colocação e me esforço no curso para poder ser classificado no batalhão de minha escolha, como está no edital. Pois minha esposa se encontra grávida, sem falar nos planos de estudar, para me formar intelectualmente. Situações essas que se complicariam se eu fosse classificado em uma UPP, visto que moro no interior do estado sendo dificultada a minha locomoção. Sabendo do homen justo que o senhor é, espero que o senhor dê-nos uma ajuda no que tange à classificação dos alunos do interior.. Desde já obrigado e muito mais sucesso na sua função, a qual tem desenvolvido com muito brilhantismo.Feliz Ano Novo e não se perturbe com as críticas destrutivas, afinal nem Jesus agradou a todos...

Anônimo disse...

Primeio passo foi dado, policia pacificadora nas favelas, segundo passo de socialização entre policia X comunidade. Poderia usar como exemplo a capital Baiana, existem varios nucleos de ensino da policia militar nas periferias, educando e socializando com padroes eticos e moral todos os jovens carentes. Porque não fazem o mesmo no Rio de Janeiro? Nos morros, um colegio militar?
abçs

Anônimo disse...

Muito pouco a dizer,mas muito a admirar,seu trabalho e coisa de Deus,desejo sorte,saude e que continue assim,se dedicando cada vez mais pela população,esse texto mostra que podemos confiar na policia,que os inimigos estao do outro lado,o lado que nos cidadãos não queremos e nem iremos estar,estamos com o shr.sinceras adimiraçoes e abraços de uma cidadã...Daniela Cordeiro SP/SP